Publicidade

Denúncias de xenofobia na internet aumentaram mais de 870% em 2022

Por| Editado por Claudio Yuge | 07 de Fevereiro de 2023 às 13h20

Link copiado!

Htc Erl/Pixabay
Htc Erl/Pixabay

As denúncias sobre crimes de ódio cometidos na internet aumentaram 67,7% em 2022, com a xenofobia sendo a categoria com maior aumento em relação ao ano anterior, com 874% de crescimento nos reportes à Safernet. De acordo com a instituição, que promove e defende os direitos humanos na internet, também houve aumento em todos os tipos de delitos digitais denunciados.

O segundo maior crescimento aconteceu nas denúncias de intolerância religiosa, seguido de misoginia, com respectivamente 456% e 251% de crescimento. A Safernet também apontou que 2022 foi o terceiro ano eleitoral seguido em que houve aumento nos reportes de crimes desse tipo na internet, algo que já é considerado uma tendência pela organização e chama a atenção desde 2018 pelo acirramento no discurso durante a campanha.

Outro dado triste apresentado pelo grupo nesta terça-feira (07), conhecida como o Dia da Internet Segura, coloca 2022 como o segundo ano consecutivo em que as denúncias de abuso infantil ultrapassaram a marca das 100 mil ocorrências. No ano passado, houve aumento de 9,9% nos reportes desse tipo, envolvendo o armazenamento, divulgação e produção de imagens de exploração sexual de crianças e adolescentes.

Continua após a publicidade

Este foi o motivo pelo qual a Safernet foi criada, em 2006; hoje, a ONG aceita denúncias de 10 tipos de crimes diferentes. Além do abuso infantil e do discurso de ódio, também são recebidos reportes de tráfico de pessoas na internet, com 266% de aumento, e maus tratos a animais, que cresceu 37,9%.

Em 2022, o único tipo de denúncia a apresentar redução foi o de neonazismo, com queda de 81,6% na comparação com 2021. Para a organização, entretanto, isso não significa que os casos do crime apresentaram queda, mas sim que a organização e citação a eles migraram da superfície da internet para ambientes mais fechados, como aplicativos de mensagens ou fóruns da dark web.

Exposição de dados e imagens íntimas lideram pedidos de ajuda

Continua após a publicidade

Mais uma indicação que a internet se tornou um ambiente hostil veio com o crescimento dos pedidos de ajuda em um canal dedicado a isso, também gerenciado pela Safernet. Ainda no tópico da exploração sexual infantil, houve aumento de 72,8% nos atendimentos relacionados ao recebimento de imagens desse tipo, divulgadas por influenciadores, em 2022; nos contatos, as pessoas denunciavam o ato e perguntavam como deveriam proceder ao terem contato com o material.

Os relatos de problemas com dados pessoais lideraram a lista de auxílios da Safernet no ano passado, seguidos de perto pelas denúncias de exposição não autorizada de imagens íntimas. Fraudes e golpes aparecem no terceiro lugar, com cyberbullying e questões de saúde mental no uso das redes sociais completando a lista dos contatos mais registrados ao longo de 2022.

No total divulgado nesta terça pela Safernet, foram pouco mais de 74 mil denúncias recebidas por seus canais de reporte de crimes na internet. Já a central de ajuda viu um aumento de 28,7% nos contatos, com 193,2 mil registros realizados pelos cidadãos.

Fonte: Safernet