Deepfake de Elon Musk é utilizada em campanha de roubo de criptomoedas

Deepfake de Elon Musk é utilizada em campanha de roubo de criptomoedas

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 23 de Maio de 2022 às 17h20
Pixabay/Tumisu

O excêntrico bilionário Elon Musk é uma figura popular no mundo das criptomoedas, e os criminosos virtuais sabem disso, se aproveitando da imagem da figura pública a partir de deepfakes para criar campanhas de golpes financeiros envolvendo supostas corretoras de ativos digitais.

As campanhas utilizando os deepfakes de Musk e de outras figuras populares no meio das criptomoedas começaram no início de maio e promovem, a partir de vídeos no YouTube, a corretora falsa BitVex. Os comerciais afirmam que ela é de posse do CEO da Tesla, e os anúncios destacam que depósitos de ativos digitais realizados no site darão retornos de até 30%.

Como é comum nessas campanhas, os comerciais são distribuidos a partir de contas do YouTube invadidas, principalmente via Shorts, os conteúdos curtos da plataforma do Google. Os vídeos, em geral, são entrevistas reais sobre criptomoedas, mas com filtros de deepfake aplicados ao rosto e voz dos entrevistados para eles se passarem como Elon Musk e outros figurões do setor.

A página inicial da plataforma envolvida nos golpes de criptomoedas com deepfake de Elon Musk. (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto)

Todos os vídeos contam, na descrição, com um link para a plataforma que, após o usuário se registrar, mostra um histórico de transações falsos gerado aleatoriamente, na esperança de convencer possíveis vítimas sobre a movimentação da corretora. Além disso, a interface de usuário do site conta com opções como depósitos, escolhas de investimentos e saques.

Se um usuário opta então por realizar os depósitos, o dinheiro nem aparece na suposta conta registrada no site, sendo perdido para o endereço sugerido pelo golpe para as transferências — configurando um claro roubo de ativos digitais.

Golpe de criptomoedas com deepfake de Elon Musk não está sendo bem-sucedido

Mesmo com a campanha agressiva envolvendo Elon Musk e outras grandes figuras do mercado de criptomoedas, o golpe da BitVex não parece estar sendo bem-sucedido, com o site BleepingComputer identificando somente US$ 1,7 mil (R$ 8,1 mil, na conversão atual) depósitos realizados em maio para os endereços atrelados a plataforma.

Como sempre, para evitar se tornar vítima desses golpes, é importante estar atento aos detalhes. Elon Musk, por exemplo, dificilmente participa de comerciais de produtos que não sejam relacionados a suas empresas e, considerando sua forte presença digital no Twitter, também sempre comenta sobre qualquer atividade que ele possa estar realizando e que pode atrair mais pessoas.

Além disso, os vídeos da campanha da BitVex contam com diálogos que não soam naturais pela adequação do roteiro para puxar a sardinha da suposta plataforma — então um pouco de atenção nisso também pode evitar possíveis golpes digitais e prejuízos com criptomoedas.

Fonte: BleepingComputer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.