Técnica de enfermagem que fingiu aplicar vacina em idoso de Niterói é indiciada

Técnica de enfermagem que fingiu aplicar vacina em idoso de Niterói é indiciada

Por Natalie Rosa | 18 de Fevereiro de 2021 às 21h40
LuAnn Hunt/Pixabay

Em Niterói, cidade do Rio de Janeiro, uma técnica de enfermagem foi flagrada fraudando a vacinação de um idoso de 90 anos, que havia comparecido ao local para tomar uma dose do imunizante contra a COVID-19. Agora, a acusada foi indiciada pela Polícia Civil pelos crimes de peculato e infração de medida sanitária.

O flagra foi feito graças a um vídeo gravado pela família do idoso, que havia ido de carro a um posto que atendia em sistema de drive-thru para receber a sua dose. Nas imagens, é possível ver que a técnica de enfermagem chega a inserir a agulha no braço da vítima, mas sem apertar o êmbolo da seringa, que injetaria o líquido.

Durante a gravação do vídeo, um familiar chega a perguntar para a profissional se, de fato, a vacina havia sido aplicada, e ela confirmou. Segundo Luiz Henrique Pereira, delegado responsável pelo inquérito, a gravação deixa claro de que ela tinha consciência do seu ato. "A análise do vídeo deixa claro que ela estava consciente de que não estava aplicando a vacina, até porque ela foi alertada e questionada pela família e respondeu de forma irônica. Então, tenho certeza de que ela tinha consciência do que estava fazendo", diz o delegado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A técnica de enfermagem apenas inseriu a agulha no braço idoso (Imagem: Reprodução/Redes Sociais)

Ao prestar depoimento, a profissional disse não conseguir explicar o que ocasionou o erro e que nunca passou por uma situação semelhante ao longo de seus 10 anos de carreira. Após a falsa vacinação, a seringa não foi encontrada, com a polícia acreditando que o item foi desviado. "O intuito do que ela queria fazer até o momento a gente não pode informar", conta Pereira. 

Além da técnica de enfermagem, também prestaram depoimento a pessoa que acompanhava o idoso no processo e a coordenadora de vacinação de Niterói. Depois da denúncia, a vítima recebeu a visita de outro profissional para, dessa vez, receber a vacina de fato. Casos semelhantes também aconteceram em Petrópolis, também no Rio de Janeiro, além da capital, e todos estão sendo investigados.

Fonte: Agência Brasil

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.