Sinovac recebe investimento de US$ 515 milhões para desenvolvimento da CoronaVac

Por Natalie Rosa | 07 de Dezembro de 2020 às 20h40
Maksim Goncharenok/ Pexels

A empresa Sinovac Biotech, da China, anunciou nesta segunda-feira (7) o recebimento de US$ 515 milhões em financiamento para dobrar a capacidade de produção da sua vacina contra a COVID-19, a CoronaVac. 

O investimento veio de uma empresa local chamada Sino Biopharmaceutical Limited, que agora precisa apenas aguardar os resultados da eficácia das doses experimentais que devem ser divulgados ainda neste mês. O valor investido será usado para ajudar no desenvolvimento das doses e da produção em massa.

 Imagem: Reprodução/Thirdman/Pexels

A Sinovac também está trabalhando em firmar acordos de fornecimento e de testes da vacina experimental, expandindo para outros países e aproveitando os resultados positivos dos testes clínicos iniciais e intermediários. Com o investimento, a Sino Biopharmaceutical terá uma porcentagem de 15,03% de participação, de acordo com um documento que foi apresentado nesta segunda à Bolsa de Valores de Hong Kong.

Em um comunicado diferente, a Sinovac afirmou que será capaz de fabricar 300 milhões de doses de vacina anualmente, além de finalizar a segunda fábrica até o final deste ano, aumentando a capacidade de produção da vacina contra a COVID-19 para 600 milhões de doses ao ano. A empresa diz ainda que garantiu acordos de fornecimento da CoronaVac em vários países, como Brasil, Chile, Indonésia e Turquia, e que está em negociações com as Filipinas.

A CoronaVac, atualmente, é uma das três vacinas que a China vem usando para vacinar um milhão de pessoas como parte de um programa de uso emergencial. A vacina, inclusive, vem sendo testada no Brasil, já na fase 3, e os resultados devem ser divulgados até o dia 15 de dezembro de 2020.

 

 

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.