Saiba tudo sobre a campanha nacional de multivacinação que começa hoje (1)

Saiba tudo sobre a campanha nacional de multivacinação que começa hoje (1)

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 01 de Outubro de 2021 às 15h07
Davidpereiras/Envato Elements

Para aumentar a cobertura das vacinas disponíveis, de forma gratuita, no Sistema Único de Saúde (SUS) para crianças e adolescentes de todo Brasil, o Ministério da Saúde dá início à Campanha Nacional de Multivacinação nesta sexta-feira (1). A iniciativa visa colocar em dia a caderneta de imunização dos menores de 15 anos até o final deste mês.

Segundo a Saúde, cerca de 45 mil postos de vacinação estarão abertos, até o dia 29 de outubro, para disponibilizar as doses de imunizantes para crianças e adolescentes. “A vacinação é a intervenção mais custo efetiva de saúde pública que nós temos. É segura. Salva vidas. É preventiva", destaca a representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) — parte da Organização Mundial da Saúde (OMS) —, Socorro Gross.

Brasil lança campanha de vacinação para colocar em dia a caderneta de crianças e adolescentes (Imagem: Reprodução/Garakta-Studio/Envato Elements)

Vale lembrar que, dependendo da região em que reside, vacinas contra a covid-19 já estão disponíveis para adolescentes de 12 a 17 anos, sem comorbidades. Nesses casos, é possível receber todos os imunizantes juntos, após nova recomendação da Saúde.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Queda da cobertura vacinal no Brasil

Embora o SUS disponibilize vacinas contra inúmeras doenças, o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, alertou que o país observa queda na taxa de cobertura vacinal. Inclusive, o movimento foi acelerado pela pandemia da covid-19.

Por exemplo, o Brasil já registrou índices de vacinação acima de 90% por décadas, mas para determinadas doenças este patamar baixou significativamente, o que chama atenção das autoridades sanitárias. Nesse cenário, doenças que eram consideradas erradicadas no país, como sarampo, voltaram a ser registradas. Nos últimos anos, o país não é mais considerado como livre do sarampo pela OMS.

“Percebemos que desde 2015 a cobertura vacinal no Brasil vem diminuindo — reflexo do próprio processo pandêmico nos últimos dois anos. Precisamos melhorar esta cobertura. Ampliar a cobertura vacinal e proteger a população é uma prioridade do Governo Federal. Manter a vacinação em dia é também um dever dos pais e responsáveis. Leve seu filho, sua criança e adolescente”, defendeu o secretário Medeiros.

Em parte, a baixa cobertura pode ser explicada pela disseminação de fake news e pela atuação de grupos antivacina. No entanto, esse movimento não tem afetado a procura pelas vacinas contra a covid-19 no país, que registra altos índices de imunização.

Quais vacinas estarão disponíveis no SUS?

Durante a campanha de multivacinação, estão disponíveis as seguintes vacinas para crianças e adolescentes:

  • BCG;
  • Hepatite A e B;
  • Penta (DTP/Hib/Hep B);
  • Pneumocócica 10 valente;
  • VIP (Vacina Inativada Poliomielite);
  • VRH (Vacina Rotavírus Humano);
  • Meningocócica C (conjugada);
  • VOP (Vacina Oral Poliomielite);
  • Febre amarela;
  • Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba);
  • Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela);
  • DTP (tríplice bacteriana);
  • Varicela;
  • HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Especificamente para os adolescentes, estarão disponíveis para atualização da caderneta as vacinas:

  • HPV;
  • dT (dupla adulto);
  • Febre amarela;
  • Tríplice viral;
  • Hepatite B;
  • dTpa;
  • Meningocócica ACWY (conjugada).

Além disso, quem tem mais de 12 anos, já pode receber a vacina contra a covid-19, de acordo com o esquema vacinal de sua região. Agora, quem for colocar em dia a caderneta de vacinação, não pode esquecer a máscara e documento de identificação.

Fonte: Agência Brasil e Ministério da Saúde   

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.