Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quase metade das mortes por câncer têm relação com fatores evitáveis, como fumar

Por| Editado por Luciana Zaramela | 22 de Agosto de 2022 às 10h31

Link copiado!

Wirestock/Freepik
Wirestock/Freepik

No mundo, quase metade das mortes por algum tipo de câncer podem ser atribuídas a fatores evitáveis de risco, segundo um abrangente estudo internacional. Entre os principais fatores e hábitos envolvidos com a formação de tumores, estão: o fumo, o álcool e o elevado Índice de Massa Corporal (IMC).

Publicado na revista científica The Lancet, o estudo sobre as causas da mortalidade do câncer foi desenvolvido por uma equipe internacional de pesquisadores, incluindo membros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos. A conclusão dos autores é que 4,45 milhões (44,4%) de mortes por causa do câncer, registradas em 2019, estavam relacionadas com pelo menos um fator de risco evitável.

Continua após a publicidade

Quais são os cinco principais fatores de risco para o câncer?

No total, a equipe de cientistas contabilizou 34 fatores de risco para 23 diferentes tipos de câncer, a partir dos dados de 2019. Na lista, foram incluídas questões comportamentais, metabólicas, ambientais e ocupacionais.

Em ordem decrescente, os principais fatores prejudicais são:

Continua após a publicidade

Homens têm mais risco que mulheres

Um fator curioso é que, de forma geral, homens são mais propensos a desenvolveram câncer associados com fatores evitáveis que mulheres. Segundo os pesquisadores, metade de todas as mortes por câncer masculino — 50,6%, o que equivale a 2,88 milhões de mortes — foi devido a fatores de risco em comparação com cerca de um terço de todas as mortes por câncer feminino — 36,3%, ou seja, 1,58 milhão.

Quais tipos mais comuns de câncer associados aos fatores evitáveis?

No estudo, a equipe de cientistas observou que a principal causa de morte por câncer atribuível aos fatores de risco foi câncer de traqueia, brônquios e pulmão, associados ao fumo. Este grupo representa 36,9% de todas as mortes por câncer atribuíveis contabilizadas em 2019. Após o primeiro lugar, a lista se divide entre homens e mulheres.

Continua após a publicidade

A seguir, confira quais são os tipos mais comuns em mulheres:

  • Câncer de traqueia, brônquios e pulmão;
  • Câncer de colo do útero;
  • Câncer de cólon e reto;
  • Câncer de mama.

E os tipos mais comuns da câncer em homens:

Continua após a publicidade
  • Câncer de traqueia, brônquios e pulmão;
  • Câncer de cólon e reto;
  • Câncer de esôfago;
  • Câncer de estômago.

“Este estudo ilustra que a carga do câncer continua sendo um importante desafio de saúde pública e que está crescendo em magnitude em todo o mundo. O tabagismo continua a ser o principal fator de risco para o câncer globalmente, com outros contribuintes substanciais para a carga de câncer”, explica o médico Christopher Murray, diretor do Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde (Ihme) e um dos autores do estudo, em comunicado.

Fonte: The Lancet e Ihme