Através do COVAX Facility, Pfizer envia 842 mil doses da vacina para o Brasil

Através do COVAX Facility, Pfizer envia 842 mil doses da vacina para o Brasil

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 21 de Junho de 2021 às 09h55
_Tempus_/Envato

Na tarde de domingo (20), o Brasil recebeu novo carregamento com 842 mil doses da vacina contra a COVID-19, desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer e pela empresa de biotecnologia alemã BioNTech. Este é o primeiro envio de doses da Pfizer/BioNTech feito através do consórcio COVAX Facility, liderado pela Organização Mundial da Saúde.

O voo da Pfizer partiu de Miami, nos Estados Unidos, e pousou no Aeroporto Internacional de Viracopos, na cidade de Campinas, no interior de São Paulo. Para garantir a segurança das doses contra a COVID-19, o descarregamento foi acompanhado pela Polícia Federal (PF). A PF também foi responsável pela escolta da carga até Guarulhos (SP), onde fica o centro de distribuição do Ministério da Saúde.

COVAX Facility envia 842 mil doses da vacina da Pfizer para o Brasil (Imagem: Reprodução/Pfizer Brasil)

Vacinas do COVAX Facility 

O consórcio de vacinas COVAX Facility busca distribuir as vacinas contra a COVID-19 de forma igualitária entre os países, com o auxílio da OMS, da Aliança Gavi e da CEPI. O programa trabalha na aquisição de vacinas em preços melhores do que os oferecidos no mercado e, em seguida, distribuiu os imunizantes contra o coronavírus para os países mais pobres ou em desenvolvimento, de maneira mais acessível financeiramente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Até a chegada da vacina das doses da Pfizer no domingo, o Ministério da Saúde havia recebido e distribuído cerca de 5 milhões de doses do COVAX Facility. No entanto, os lotes anteriores eram, exclusivamente, de doses da Covishield (AstraZeneca/Oxford), fabricados na Coreia do Sul. Até o final deste ano, o Brasil deve receber 42,5 milhões de doses através do programa.

Além desse carregamento do COVAX Facility, a Pfizer enviou ao Brasil outros 14 lotes com vacinas contra a COVID-19, de forma direta, com o Ministério da Saúde. No total, o país já recebeu 10,7 milhões das 200 milhões de doses contratadas pelo governo federal. A expectativa é que todas sejam entregues até o final de 2021.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.