Pela primeira vez, Nova Zelândia não registra nenhum novo caso de COVID-19

Pela primeira vez, Nova Zelândia não registra nenhum novo caso de COVID-19

Por Natalie Rosa | 27 de Abril de 2020 às 21h15
Reprodução: Reuters

A Nova Zelândia declarou, no último domingo (26), que venceu a batalha contra o novo coronavírus. O anúncio foi feito por Jacinda Ardern, primeira-ministra do país, contando que os casos de COVID-19, ao menos até o momento, são insignificantes.

"Não há transmissão comunitária generalizada nem não detectada na Nova Zelândia. Vencemos essa batalha. Mas precisamos continuar vigilantes se quisermos continuar desta forma", disse a primeira-ministra à imprensa. O país vem apresentando queda na número de contaminações desde o dia 5 de abril, quando havia registrado 89 casos confirmados.

Mark Mitchell/Pool/Getty Images

No último domingo, pela primeira vez em semanas, nenhum novo caso foi confirmado, mas já nesta segunda-feira (26), cinco casos foram registrados, e até o momento apenas 19 pessoas morreram de COVID-19 na Nova Zelândia. Ashley Bloomfield, diretora geral de saúde do país, disse que a conquista dá confiança de que o objetivo da eliminação total do novo coronavírus na região aconteça.

Tanto Bloomfield quando Ardern deixam claro, no entanto, que o avanço não significa que o novo coronavírus já foi eliminado completamente do país e que não haverá novos casos. Porém, os novos números reduzem o monitoramento agressivo de contatos telefônicos feitos com possíveis pessoas contaminadas, flexibilizando também o isolamento social em cenários necessários.

A Nova Zelândia, que possui apenas cinco milhões de pessoas, agora rebaixou o seu alerta de COVID-19 para o nível três, o que significa que alguns comércios estão autorizados para serem abertos novamente. Ainda não estão permitidos para reabertura serviços que exigem o contato pessoal, como salão de beleza, massagistas e academias, até que o nível de alerta seja reduzido ainda mais.

A primeira-ministra disse que ainda que a empresa que vai reabrir deve ser mantida sem contato, com pagamento online, por telefone ou sem nenhum contato, assim como entregas e retiradas. Aqueles que voltarem aos seus locais de trabalho precisarão manter distância de um metro, e quem pode trabalhar de casa deve se manter dessa forma.

Fonte: NPR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.