Publicidade

OMS muda nome da varíola dos macacos para Mpox

Por| Editado por Luciana Zaramela | 28 de Novembro de 2022 às 10h54

Link copiado!

 twenty20photos/Envato
twenty20photos/Envato

Já fazia um tempo que a Organização Mundial da Saúde (OMS) vinha ensaiando a mudança do nome da varíola dos macacos para Mpox. Nesta segunda-feira (28), essa alteração foi confirmada. A decisão vem após uma série de consultas com especialistas do mundo todo. Segundo o anúncio, ambos os nomes serão usados ​​simultaneamente por um ano, mas depois “monkeypox” passa a entrar em desuso.

Atribuir nomes a doenças novas e, muito excepcionalmente, a doenças existentes é responsabilidade da OMS sob a Classificação Internacional de Doenças (CID) e a Família de Classificações Internacionais de Saúde da OMS por meio de um processo consultivo que inclui os Estados Membros da OMS.

A OMS conta neste novo relatório que, de acordo com o processo de atualização da CID, realizou consultas para reunir opiniões de vários especialistas, bem como de países e do público em geral, que foram convidados a apresentar sugestões de novos nomes.

Continua após a publicidade

Com base nessas consultas e em discussões adicionais com o Diretor-Geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, a OMS recomenda adoção do novo sinônimo mpox em inglês para a doença. "Mpox se tornará um termo preferencial, substituindo monkeypox, após um período de transição de um ano. Isso serve para atenuar as preocupações levantadas por especialistas sobre a confusão causada por uma mudança de nome em meio a um surto global. Também dá tempo para concluir o processo de atualização da CID e para atualizar as publicações da OMS", diz o anúncio.

O sinônimo mpox será incluído no CID-10 nos próximos dias, e fará parte do lançamento oficial de 2023 do ICD-11, que é o padrão global atual para dados de saúde, documentação clínica e agregação estatística.

Por que mudar o nome da varíola dos macacos?

Continua após a publicidade

A iniciativa de mudar o nome da doença faz parte do combate à desinformação e preconceito gerados pela associação aos primatas. O termo “monkeypox” continuará sendo um termo pesquisável no CID, para corresponder às informações históricas.

"As considerações para as recomendações incluíram justificativa, adequação científica, extensão do uso atual, pronúncia, usabilidade em diferentes idiomas, ausência de referências geográficas ou zoológicas e facilidade de recuperação de informações científicas históricas", explica a OMS.

Normalmente, o processo de atualização do CID pode levar vários anos. Nesse caso, o processo foi acelerado, mas seguindo as etapas padrão. Além disso, a questão do uso do novo nome em diferentes idiomas foi amplamente discutida, e a OMS apontou que o termo mpox pode ser usado em outros idiomas.

Fonte: OMS