Ômicron desafia China ao atingir capital pouco antes dos Jogos Olímpicos

Ômicron desafia China ao atingir capital pouco antes dos Jogos Olímpicos

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 17 de Janeiro de 2022 às 11h29
Pressmaster/envato

Na semana passada, a China ampliou o lockdown, tornando Anyang a terceira cidade submetida ao confinamento por conta das variantes do coronavírus e alcançando a marca de 20 milhões de pessoas isoladas. No último sábado (15), Pequim confirmou o primeiro caso de Ômicron, preocupando as autoridades de todo o país.

O primeiro caso de Ômicron registrado em Pequim foi de uma mulher do distrito de Haidian, que relatou sintomas como dor de garganta e febre nos últimos dias. A mulher não deixou a cidade na última quinzena e não teve contato com ninguém infectado. As duas pessoas que vivem com ela testaram negativo, mas algumas amostras ambientais em sua casa foram positivas para a variante.

A grande preocupação da China gira em torno dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, previstos para acontecer justamente em Pequim. A ideia é que o evento tenha início no dia 4 de fevereiro. Frente à ascensão da Ômicron, o país chegou a implementar uma série de medidas preventivas para os Jogos. No sábado, pouco depois do anúncio do primeiro caso de Ômicron da capital, Xu Hejian, porta-voz do governo municipal de Pequim, afirmou que todos os departamentos estão concentrados em garantir a segurança da população durante a competição.

Ômicron preocupa China ao atingir capital pouco antes dos Jogos Olímpicos (Imagem: photocreo/Envato)

A China conta com mais de 1,4 bilhão de habitantes, e o governo afirma ter registrado apenas 105 mil casos de covid-19 e 4.636 mortes no país desde o início da pandemia, números que não podem ser confirmados de forma independente. De qualquer forma, os planos da China focam na completa eliminação do agente infeccioso, de modo que a estratégia de contenção tenha inlcusive recebido o apelido de "Covid zero".

No último fim de semana, a China relatou 119 casos de covid-19. A informação vem da própria Comissão Nacional de Saúde. Entre esses casos, 65 foram transmitidos localmente (33 em Tianjin, 29 na província de Henan, um em Pequim, um em Guangdong e um na capital da província de Shaanxi, Xian).

Fonte: South China Morning Post

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.