Novo hospital de campanha no Rio passa a receber pacientes com COVID-19

Por Nathan Vieira | 28 de Maio de 2020 às 17h06
Reprodução

Nesta quinta-feira (28), o Hospital de Campanha de São Gonçalo vai passar a receber pacientes com COVID-19. Ele tem capacidade prevista para 200 leitos, sendo 80 de terapia intensiva (UTI), mas foi inaugurado com apenas dez leitos, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Localizado no Clube Mauá, este será o quarto hospital de campanha estadual contra a pandemia de coronavírus. Os outros três entregues anteriormente foram Maracanã, Lagoa-Barra e Parque dos Atletas.

Enquanto isso, na próxima sexta (29) será inaugurado o hospital de Nova Iguaçu. Por sua vez, as próximas inaugurações acontecem em junho: Duque de Caxias (1º), Nova Friburgo (7), Campos dos Goytacazes (12) e Casimiro de Abreu (18).

Hospital no Rio de Janeiro passa a receber pacientes com COVID-19

De acordo com informações da Agência Brasil, os contratos de instalação de hospitais de campanha estão sendo investigados pela Polícia Federal por suspeitas de fraudes, e inclusive o ex-subsecretário de Saúde, Gabriell Neves chegou a ser preso alguns dias atrás, enquanto nesta semana, policiais federais cumpriram mandados de busca na casa do governador fluminense, Wilson Witzel.

A Organização Social Iabas, responsável pela construção e administração da unidade, declarou que a inauguração foi prejudicada pela operação, deflagrada pela Polícia Federal na terça-feira (26). A previsão inicial é que a unidade estaria pronta no fim de abril e funcionando no começo de maio. Vale notar que São Gonçalo ocupa o quinto lugar em número de casos, com 964, e o quarto em número de mortes, com 108 por COVID-19, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro.

Fonte: Agência Brasil

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.