Funcionário da NASA é infectado pelo novo coronavírus; unidade é interditada

Por Claudio Yuge | 09 de Março de 2020 às 19h20
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

A NASA confirmou que um de seus funcionários está infectado com o novo coronavírus (SARS-CoV-2). O colaborador faz parte do Centro de Pesquisa Ames, que fica no Vale do Silício, na baía de São Francisco, Estados Unidos. Por conta disso, a unidade está temporariamente fechada, com todos os empregados trabalhando em home office.

“A limitação do pessoal no centro permitirá que o pessoal médico da Ames e as autoridades de saúde pública determinem contatos em potencial e avaliem áreas que possam exigir limpeza adicional e atenuem a exposição potencial ao pessoal do centro. Trabalhando com autoridades do condado, a liderança e o pessoal médico da Ames estão rastreando os contatos do funcionário e notificando indivíduos que possam ter tido contato significativo com essa pessoa”, diz, em comunicado, Jim Bridenstine, administrador da NASA.

Complexo do Centro de Pesquisa Ames (Imagem: Reprodução/NASA)

O aviso diz que o acesso às instalações no Vale do Silício está restrito apenas para os cargos de segurança e situações críticas. As viagens para pesquisas também vão diminuir nas próximas semanas, por conta da ameaça. “Três campanhas científicas aéreas da NASA Earth Science, programadas para serem implementadas em todo o país nesta primavera, reagendaram suas atividades de campo para datas posteriores no ano”, adiantou Bridenstine, que não espera que isso vá atrapalhar os resultados das pesquisas.

Enquanto isso, a agência espacial estadunidense deve continuar monitorando e trabalhando com autoridades federais e órgãos de saúde com o objetivo de evitar que o novo coronavírus se espalhe internamente.

Fonte: NASA  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.