FDA autoriza vacina da Pfizer contra covid para crianças de 5 a 11 anos nos EUA

FDA autoriza vacina da Pfizer contra covid para crianças de 5 a 11 anos nos EUA

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 01 de Novembro de 2021 às 10h20
Prostock-studio/Envato Elements

Na sexta-feira (29), a agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) aprovou o uso emergencial da vacina ComiRNAty (Pfizer/BioNTech) contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Esta é a primeira vacina contra o coronavírus SARS-CoV-2 autorizada nos Estados Unidos para o uso pediátrico nessa faixa etária.

Durante análise dos dados de segurança e eficácia da vacina da Pfizer contra a covid-19, a votação dos agentes da FDA foi unânime em autorizar o uso do imunizante nas crianças. No total, foram 17 votos favoráveis para a imunização daqueles que têm entre 5 e 11 anos.

Agora, a vacina da Pfizer deve ser analisada pelos membros do comitê consultivo do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) nos dias 2 e 3 de novembro. Em seguida, a diretora do CDC, Rochelle Walensky, deverá divulgar a decisão final sobre o uso da vacina. Só então as doses do imunizante poderão ser distribuídas em todo o país para as crianças. A Casa Branca espera que todos estejam imunizados contra a covid-19 até o natal.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

FDA autoriza uso da vacina da Pfizer contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos (Imagem: Reprodução/Halfpoint/Envato Elements)

Em nota, a Academia Americana de Pediatria (AAP) elogiou a decisão da FDA. “A vacina tornará seguro para as crianças visitarem amigos e familiares, celebrarem festas de fim de ano e retomarem a infância normal com atividades que elas perderam durante a pandemia", afirmou o médico Lee Savio Beers, presidente da AAP.

Vacina da Pfizer em crianças

De acordo com as informações enviadas para análise da FDA, a vacina da Pfizer/BioNTech teve eficácia de 90,7% em crianças de 5 a 11 anos contra formas sintomáticas da covid-19. No total, o estudo acompanhou 2.268 crianças que receberam duas doses da vacina ou duas doses do placebo, com três semanas de intervalo.

Pensada exclusivamente para o público pediátrico, cada dose aplicada do imunizante continha um terço da quantidade administrada em adolescentes e adultos. Na análise de casos, 16 crianças que estavam no grupo controle (placebo) foram infectadas pelo coronavírus durante o estudo. Por outro lado, apenas três que receberam a vacina da Pfizer/BioNTech contraíram a covid-19.

Os efeitos adversos mais comuns no público pediátrico foram: fadiga, dor de cabeça (cefaleia), dores musculares e calafrios. Os dados apresentados pelos estudos clínicos, até o momento, não indicaram nenhum caso de efeito adverso raro.

Fonte: CNN  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.