FDA autoriza remédio da Pfizer contra covid-19 nos EUA

FDA autoriza remédio da Pfizer contra covid-19 nos EUA

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 22 de Dezembro de 2021 às 17h24
Danilo Alves/Unsplash

Nesta quarta-feira (22), a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou o uso do remédio da Pfizer contra covid-19 nos EUA. O tratamento, que ficou conhecido como Paxlovid e é administrado juntamente com o antiviral ritonavir, deve ser iniciado logo dentro de cinco dias após o início dos sintomas. Em meio ao anúncio, a agência de saúde alertou que a pílula só pode ser tomada sob receita médica.

"A autorização de hoje apresenta o primeiro tratamento para covid-19 na forma de uma pílula administrada por via oral, um grande passo na luta contra esta pandemia global, uma nova ferramenta para combater a covid-19 em um momento crucial da pandemia, à medida que novas variantes surgem", afirmou a diretora do Centro de Avaliação e Pesquisa de Medicamentos da FDA (CDER), Patrizia Cavazzoni.

Em novembro, a fabricante anunciou os resultados dos testes clínicos pode conter até mesmo a variante Ômicron, mas agência de saúde dos EUA relembrou que o Paxlovid não está autorizado para a prevenção pré-exposição ou pós-exposição de covid-19, tampouco para o tratamento em pessoas que necessitam de hospitalização por conta da doença. A FDA também pontuou que o Paxlovid não é um substituto da vacina, e seu uso não deve se estender por mais de cinco dias consecutivos.

EUA autoriza remédio da Pfizer contra covid-19 (Imagem: photocreo/Envato)

A FDA determinou que os benefícios do Paxlovid superam os riscos, e destacou os possíveis efeitos colaterais do tratamento, como:

  • Diminuição do paladar
  • Diarreia
  • Hipertensão
  • Dores musculares
  • Resistência a determinados medicamentos, como aqueles usados contra HIV
  • Lesões hepáticas

Com isso, o remédio da Pfizer não é recomendado pela FDA para pessoas com insuficiência renal ou doença hepática grave.

Fonte: FDA news

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.