Estudo: vacinação em massa com dose única da Janssen acontecerá em cidades do MS

Estudo: vacinação em massa com dose única da Janssen acontecerá em cidades do MS

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 01 de Julho de 2021 às 08h30
twenty20photos/Envato

Para avaliar a eficácia das vacinas contra o coronavírus SARS-CoV-2 no mundo real, o Ministério da Saúde lidera um grande estudo em cidades do Mato Grosso do Sul, onde ocorrerá imunização em massa da população adulta. Para a pesquisa, a Saúde direcionará 165,5 mil doses do imunizante da Janssen — braço farmacêutico da Johnson & Johnson — contra a COVID-19. No total, foram selecionadas 13 cidades que fazem fronteira com outros países.

Em nota, o governo do Mato Grosso do Sul explicou que o estudo é parte do projeto Vebra COVID-19 —  em inglês, Vaccine Effectiveness in Brazil Against COVID-19 —, que reúne pesquisadores de instituições tanto nacionais quanto internacionais e é apoiada pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). Vale lembrar que a Opas é parte da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Cidades do Mato Grosso do Sul integrarão estudo para avaliar eficácia da vacina da Janssen contra a COVID-19 no mundo real (Imagem: Reprodução/ABBPhoto/Envato)

Farão parte do estudo as seguintes cidades:  Antônio João; Aral Moreira; Caracol; Corumbá; Bela Vista; Coronel Sapucaia; Japorã; Ladário; Mundo Novo; Paranhos; Ponta Porã; Porto Murtinho; e Sete Quedas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Iniciativas do Vebra COVID-19

Em etapa anterior do Vebra COVID-19, realizada em abril deste ano, 67.718 trabalhadores da área da saúde de Manaus, no Amazonas, foram imunizados com a vacina CoronaVac, desenvolvida pela Sinovac e pelo Instituto Butantan. O estudo observou que o imunizante apresenta uma eficácia de 50% contra a variante Gama (P.1) do coronavírus.

No caso do Mato Grosso do Sul, a intenção é pesquisar a efetividade e o impacto da vacinação em massa na região de fronteira, avaliando a eficácia do imunizante da Janssen. Nesse sentido, a fórmula tem um importante facilitador, já que é aplicada em dose única.

Fonte: Agência Brasil  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.