Estados Unidos notificam recorde diário de novos casos de COVID-19

Por Fidel Forato | 02 de Julho de 2020 às 15h15
Pexels

Na quarta-feira (1), os Estados Unidos notificaram mais de 48 mil casos do novo coronavírus (SARS-CoV-2) em um espaço de 24 horas. Esse é o maior número diário de novos contaminados pela COVID-19 desde a chegada do vírus na América do Norte, conforme divulgou a agência de notícias Reuters. Os dados apontam para o fato de que a epidemia continua a ser uma questão de saúde pública para os norte-americanos, o país mais afetado até agora pela infecção respiratória.

De acordo com a plataforma Worldometer, que reúne dados internacionais sobre a presença do novo coronavírus,  2.799.720 pessoas já foram diagnosticadas com a COVID-19 nos Estados Unidos, até o momento. Além disso, o país acumula 130.997 mortes em decorrência da infecção e 1.168.652 pacientes recuperados da doença. A incidência de casos da doença a cada um milhão de habitantes no país é de 8.458.

Entre os outros países, o Brasil ocupa a segunda posição do ranking global, com 1,45 milhões de casos e 60,8 mil mortes. Em seguida, estão: Rússia (661,6 mil casos e 9,6 mil mortes); Índia (618,3 mil casos e 18 mil mortes); e Reino Unido (313,4 mil casos e 43,9 mil mortes). 

Estados Unidos batem recorde diário de novas notificações do novo coronavírus (imagem: reprodução/ Unsplash)

Uma informação importante é que a população dos EUA (cerca de 331 milhões de pessoas) representa 4% da população mundial, no entanto, o país responde por cerca de 25% dos casos globais do novo coronavírus. No mundo, são mais de 10,8 milhões de pessoas infectadas pelo vírus, sendo mais de 520 mil óbitos causados pela doença, segundo os dados da plataforma Worldometer. Além disso, os Estados Unidos apresentam diferentes epicentros e focos do novo coronavírus em seu território.

Fonte: Sputnik

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.