Depois da vacina da COVID, quanto tempo é preciso esperar para doar sangue?

Depois da vacina da COVID, quanto tempo é preciso esperar para doar sangue?

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 28 de Julho de 2021 às 08h30
Twenty20photos/Envato Elements

Desde a chegada do coronavírus SARS-CoV-2 no Brasil, os estoques de sangue caíram e ainda continuam baixos. Dessa forma, bancos de sangue necessitam de doações em todo o país, inclusive de quem se vacinou recentemente contra a COVID-19. Para doar no pós-vacinação, dependendo do imunizante recebido, essa espera pode ser de 2 até 7 dias.

De acordo com a Fundação Pró-Sangue — instituição responsável pelo abastecimento de sangue nos hospitais na região metropolitana de São Paulo, ligada à Secretaria da Saúde estadual e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP —, a doação de sangue não contraindica a vacinação. Isso significa que quem vai doar sangue pode ser imunizado contra a COVID-19 e vice-versa, desde que se respeite os protocolos de tempo para a doação.

Estoques de sangue estão baixos (Imagem: Reprodução/Pró-Sangue)

Atualmente, a maioria do estoque da Pró-Sangue está em situação crítica ou de alerta, como os estoques de O+, B+, A-  e B-, além do tipo considerado doador universal, o O-. Caso esteja com a saúde em dia, é importante que pessoas se programem para doar sangue, mesmo após a vacinação contra o coronavírus, já que uma única doação pode salvar vidas. Vale observar que a situação se repete em outras regiões do país.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Depois da vacina da COVID, quando se pode doar sangue?

Vacinados contra a COVID-19 podem doar sangue, depois de 2 ou 7 dias dependendo do imunizante (Imagem: Reprodução/Pressmaster/Envato Elements)

No caso da Pró-Sangue, os protocolos de triagem dos candidatos seguem as instruções definidas pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19, do Ministério da Saúde. A seguir, confira a lista de quanto uma pessoa precisa esperar para doar sangue após se vacinar com os imunizantes disponíveis no Brasil:

  • Vacina CoronaVac (Sinovac/Butantan): 48 horas após cada dose;
  • vacina Covishield (Oxford/AstraZeneca/Fiocruz): 7 dias após cada dose;
  • Vacina Pfizer/BioNTech: 7 dias após cada dose;
  • Vacina da Janssen (Johnson & Johnson): 7 dias após cada dose;
  • Vacina Sputinik V (Gamaleya National Center): 7 dias após cada dose.

No caso da vacina contra a gripe (influenza), que ocorre em paralelo à imunização contra a COVID-19 no SUS (Sistema Único de Saúde) também, o prazo de espera é de 48 horas.

Mudanças nas doações durante a pandemia

Além dos imunizados, existem alguns protocolos especiais para a doação de pessoas que tiveram contato ou foram infectados pelo coronavírus. Por exemplo, pessoas que tiveram a COVID-19 devem aguardar um período de 30 dias após a recuperação completa. Agora, quem teve apenas contato com um caso suspeito precisa aguardar 14 dias para doar sangue.

No contexto da pandemia e no intuito de evitar aglomerações, muitos centros de doação de sangue estão coletando em horários previamente agendados. Dessa forma, é importante conferir qual é o esquema do hemocentro de sua cidade ou do local em que se planeja fazer a doação. No caso da Pró-Sangue, agendamento pode ser feito aqui.

Fonte: Pró-Sangue

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.