COVID: SP ultrapassa países europeus em porcentagem de população vacinada

COVID: SP ultrapassa países europeus em porcentagem de população vacinada

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 16 de Agosto de 2021 às 19h30
Reprodução/ Governo de São Paulo

Neste final de semana, o estado de São Paulo atingiu índices superiores ao do Reino Unido e da França em população com alguma proteção contra a COVID-19. Isso porque SP chegou à taxa de 69,65% de pessoas imunizadas com ao menos uma dose de um imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2. O índice é de 27,87% da população com esquema vacinal completo e, nesse aspecto, perde para os países europeus.

Conhecido como o primeiro país ocidental a iniciar a campanha de vacinação contra a COVID-19, o Reino Unido já aplicou a primeira dose em 69,61% da população britânica geral. Além disso, São Paulo superou outros países, como França (67,78%), Itália (67,23%) e Alemanha (62,64%) na proporção de população geral vacinada. Os dados são do Vacinômetro e do Our World in Data.

Estado de São Paulo supera vacinação de população imunizada de países europeus (Imagem: Reprodução/Our World in Data)

Vacinação contra a COVID-19 em SP

Na segunda-feira (16), o vacinômetro do estado indicava 31.055.005  pessoas protegidas com a primeira dose nos 645 municípios paulistas. Além disso, 12.999.164 pessoas já estão completamente imunizadas contra a COVID-19. Nesses casos, os indivíduos podem tanto ter recebido a vacina de dose única da Janssen quanto as duas doses das fórmulas CoronaVac (Sinovac/Butantan), Covishield (AstraZeneca/Oxford/Fiocruz) ou Comirnaty (Pfizer/BioNTech).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

69,65% de pessoas estão imunizadas com pelo menos uma dose da vacina contra COVID-19 (Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo)

A partir de quarta-feira (18), São Paulo também passará a oferecer vacinas contra a COVID-19 para a população adolescente. Entre os dias 18 e 29, jovens de 12 a 17 anos com comorbidades ou deficiências, além de gestantes e puérperas, vão receber vacinas. De 30 de agosto a 5 de setembro, o PEI (Plano Estadual de Imunização) inclui os jovens com idade entre 15 e 17 anos. Depois, de 6 a 12 de dezembro, será a vez de adolescentes de 12 a 14 anos.

Vale lembrar que o calendário do PEI é estabelecido mediante cronograma de entrega de vacinas do Ministério da Saúde, podendo sofrer alterações. Neste cálculo, também são somados os imunizantes que foram comprados diretamente pelo estado. 

Fonte: Governo de São Paulo  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.