COVID: Anvisa alerta sobre vacinas falsas vendidas na web e pede denúncias

Por Natalie Rosa | 13 de Janeiro de 2021 às 16h45
Torstensimon/Pixabay

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou uma nota na última terça-feira (12) sobre a suposta venda de vacinas falsas contra a COVID-19 na internet. De acordo com a publicação, disponível no site oficial do órgão, o produto falsificado está sendo oferecido às pessoas através de sites e redes sociais.

"Alguns desses criminosos prometem, inclusive, entregar o produto depois de registrado no Brasil. A Polícia Civil investiga os casos", diz a Anvisa, que ressalta que, até então, não há qualquer vacina contra o coronavírus registrada ou que esteja autorizada para o uso no Brasil de forma emergencial.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Willfried Wende

Sendo assim, sem essas autorizações que são emitidas pela própria Anvisa, nenhum medicamento ou vacina tem a permissão de ser comercializado, uma vez que pode apresentar riscos à saúde. Além disso, uma vez que qualquer vacina seja aprovada, somente empresas certificadas pelo órgão e com licença da autoridade sanitária local poderão fazer a fabricação, importação, comercialização e distribuição das doses, assim como a sua aplicação.

"Atenção, consumidores! A falsificação de medicamentos pode ocasionar danos irreversíveis à saúde, podendo levar a óbito, uma vez que não é possível verificar a segurança, a qualidade e a eficácia desses produtos", alerta a Anvisa.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária pede ainda que a população denuncie os casos de falsificação das vacinas, através deste link da ouvidoria.

Fonte: Anvisa

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.