COVID-19 | Vacina da Moderna vai custar no mínimo R$ 170 por dose

Por Nathan Vieira | 06 de Agosto de 2020 às 18h15
Reprodução: AP

Nessa pandemia, seguimos no aguardo por uma candidata à vacina que possa ser uma verdadeira aliada na luta contra a COVID-19. Atualmente, há 165 imunizações em desenvolvimento, 26 destas em testes com seres humanos e 139 em ensaios iniciais. Na última quarta-feira (5), o laboratório Moderna anunciou que cada dose de sua candidata a vacina custará de US$ 32 a US $37, o que é equivalente a cerca de R$ 170 a R$ 196, na conversão direta.

Durante uma vídeoconferência, o diretor-executivo Stéphane Bancel afirmou que a empresa será responsável pelo preço "bem abaixo do valor da vacina" e acrescentou que acordos de maior volume terão preço mais baixo por unidade, mas o imunizante da Moderna é um dos mais caros. Nesse mesmo período, por exemplo, os EUA fecharam contrato bilionário para compra da imunização em desenvolvimento pela Johnson & Johnson, e cada dose saiu por US$ 10 (o que equivale a R$ 53). Por sua vez, o acordo do governo norte-americano com a Pfizer e a BioNTech levou a um valor de US$ 19,50 (cerca de R$103) por unidade.

A Moderna recebeu quase US$ 1 bilhão (R$ 5,3 bilhões) do governo dos EUA para acelerar o desenvolvimento de vacinas, mas por enquanto ainda não houve um acordo de fornecimento com o país. Vale ressaltar que a farmacêutica em questão também já revelou que está conversando com alguns países com a intenção de vender sua candidata a vacina, tendo recebido cerca de US$ 400 milhões (o que equivale a cerca de R$ 2,1 bilhões) em depósitos.

Vacina da farmacêutica norte-americana Moderna vai custar no mínimo R$ 170 por dose (Imagem: Reprodução/Pixabay)

A ideia por trás da vacina da Moderna é usar o material genético do novo coronavírus (RNA) para induzir o organismo a produzir anticorpos para lutar contra o micro-organismo causador da COVID-19. Nas duas primeiras fases de testes da vacina, 45 pessoas de 18 a 55 anos receberam o imunizante. Nisso, os pesquisadores por trás do desenvolvimento dessa candidata à vacina encontraram anticorpos capazes de neutralizar o vírus responsável por essa pandemia.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.