COVID-19 | OMS estima que haverá 190.000 mortos na África: "Está só começando"

Por Nathan Vieira | 24 de Junho de 2020 às 16h25
Unsplash

Em meio a essa pandemia, a África ainda é um dos continentes menos afetados, uma vez que, por enquanto, conta com 300.000 casos e 7.500 mortos. No entanto, no último domingo (21), Richard Mihigo, diretor de Vacinação da Organização Mundial da Saúde (OMS) na África, afirmou: “Está só começando”, referente à situação no continente.

Um dos fatores que têm levado a África a lidar com essa pandemia seria a experiência com situações como a tuberculose, o sarampo e o ebola. Além disso, a menor conectividade africana com o exterior e rapidez dos fechamentos de fronteiras também podem ter ajudado o continente. Mesmo assim, a OMS estima que haverá 190.000 mortos africanos por COVID-19 nos próximos 12 meses. A situação tem potencial para se tornar delicada, uma vez que há poucos leitos e respiradores, e as condições sanitárias são fracas.

Em maio, a Tanzânia chegou até mesmo a suspender o chefe do laboratório nacional de saúde, encarregado dos testes de coronavírus, e ordenou uma investigação sobre a precisão dos exames. 

Vacinas na África

O teste de vacina na África do Sul tem como objetivo inscrever 2 mil participantes

Em muitos lugares do mundo, a corrida pela vacina já começou — e inclusive algumas candidatas já estão sendo testadas em humanos. Quando se trata da África, o continente ainda se encontra um pouco atrás. No entanto, na última terça-feira (23), pesquisadores na África do Sul anunciaram que o primeiro teste de vacina contra a COVID-19 está programado para começar nesta quarta-feira, mesmo (24). O teste de vacina na África do Sul tem como objetivo inscrever 2 mil participantes

De acordo com a Universidade de Witwatersrand, a vacina desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Oxford já está sendo avaliada em um grande estudo no Reino Unido, inclusive realizando testes de fase três aqui no Brasil. Basicamente, o teste de vacina na África do Sul tem como objetivo inscrever 2 mil participantes. Os primeiros serão vacinados esta semana na província de Gauteng.

Fonte: El País

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.