Coquetel da AstraZeneca reduz em 77% os sintomas graves da COVID-19

Coquetel da AstraZeneca reduz em 77% os sintomas graves da COVID-19

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 20 de Agosto de 2021 às 12h34
Twenty20photos/Envato Elements

A AstraZeneca acaba de divulgar os resultados de uma nova terapia de anticorpos para combater a COVID-19. De acordo com a farmacêutica, o coquetel AZD7442 apresentou redução de 77% no risco de desenvolvimento de sintomas graves da doença, sendo uma esperança para pessoas que precisam de um complemento da vacina para ficarem mais seguras.

Os testes, que estão em estágio final (fase 3), foram feitos em 5.197 pacientes da Bélgica, Espanha, Estados Unidos, França e Reino Unido. Dos voluntários, 75% tinham doenças crônicas, além de uma resposta imunológica mais baixa. As pessoas receberam o medicamento por injeção no músculo.

Imagem: Reprodução/Garakta-Studio/Envato Elements

Segundo o estudo, não houve nenhum caso grave de COVID-19 entre os participantes que receberam o medicamento AZD7442, mas em três pessoas que receberam o placebo a infecção foi grave, resultando em duas mortes. Sendo assim, o tratamento se mostrou eficaz contra o desenvolvimento da forma grave da doença.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Outros estudos realizados por Oxford em laboratório já mostraram também que o medicamento neutraliza as variantes do coronavírus, como a Delta, que tem uma taxa de transmissão ainda maior e que vem provocando o aumento de casos. A AstraZeneca revelou que deve divulgar dados adicionais sobre a pesquisa ainda neste ano.

Fonte: O Globo, AstraZeneca

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.