Copa América trouxe variante colombiana ao Brasil e cepa circula pela 1ª vez

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 12 de Julho de 2021 às 14h30
Freepik/tawatchai07

A Copa América chegou ao fim no último sábado (10), deixando não só o Brasil como o segundo colocado, como também uma herança: uma nova variante da COVID-19. De acordo com uma reportagem do Estadão, dois jogadores estrangeiros que participaram do campeonato trouxeram ao menos uma nova cepa do coronavírus que ainda não circulava por aqui.

No dia 24 de junho, a Conmebol, organizadora do evento, revelou que 166 pessoas relacionadas à Copa América testaram positivo para o vírus. Agora, segundo análises de amostras coletadas no Mato Grosso de duas pessoas infectadas pela doença, um colombiano e um equatoriano, foi identificada a presença da variante B.1216. Os países se enfrentaram no campeonato em Cuiabá no dia 13 de junho.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Tang/Rawpixel

As ameaças da Copa América

Desde que foi feito o anúncio de que a Copa América seria realizada no Brasil, especialistas e algumas autoridades se manifestaram contra, justamente pela possibilidade de novas variantes chegarem ao país, que ainda está longe de combater a pandemia. A variante B.1216 encontrada nos dois indivíduos se originou na Colômbia, se espalhando para os Estados Unidos e algumas regiões da Europa. Segundo especialistas, ainda não há comprovações de que essa mutação possa ser ainda mais contagiosa do que a Delta, por exemplo, ou mais fatal.

Para avaliar os efeitos da visita de diferentes países ao Brasil, o Ministério pediu ajuda do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, para fazer o mapeamento genômico dos testes de COVID-19 que seriam feitos. Então, foi identificada a presença da variante. Somente em São Paulo, segundo o instituto, 21 variantes diferentes foram encontradas, sendo a mais comum a Gama, de Manaus.

Fonte: Estadão

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.