Como recuperar olfato e paladar depois da COVID-19?

Como recuperar olfato e paladar depois da COVID-19?

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 17 de Agosto de 2021 às 15h50
gpointstudio/envato

Uma das mais comentadas consequências da COVID-19 após a remissão do vírus é a perda do olfato e do paladar. No entanto, não precisa ser algo definitivo: há vários métodos para que o paciente recupere esses sentidos. A ocorrência de hiposmia (perda parcial) e de anosmia (perda total) do olfato e do paladar são comuns em casos de infecções respiratórias, mas uma pesquisa da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico-Facial (ABORL – CCF) revela que, em pacientes afetados pela COVID-19, a recuperação se dá em um período de tempo maior.

Óleo de rícino

Os especialistas recomendam colocar uma gota de óleo de rícino aquecido em cada narina duas vezes ao dia. A prática é benéfica na eliminação da inflamação. 

Alho

Outra dica que pode ajudar a trazer o retorno do paladar é adicionar 2 a 3 dentes de alho picados a um copo de água e ferver em uma panela. Assim que a mistura esfriar, coar completamente e beber. Isso porque as propriedades anti-inflamatórias dos compostos do alho podem ajudar a tratar o nariz.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mel e limão

A pessoa que perdeu o paladar também pode adicionar limão e mel a um copo de água e beber a mistura, que tem um forte cheiro cítrico. As propriedades desses dois ingredientes podem ajudar no retorno do paladar e do olfato.

Gengibre

Outra dica dos médicos é pegar um pedaço de gengibre descascado e mastigar lentamente, em intervalos regulares. Se não puder mastigar o pedaço de gengibre diretamente, é válido tomar o chá da raiz. A dica é fazer isso todos os dias, porque o aroma do gengibre é forte e pode melhorar o olfato e o paladar.

Beber bastante água pode ajudar o retorno do paladar (Imagem: Damir Spanic/Unsplash)

Hortelã-pimenta

Outra dica é pegar dez folhas de hortelã-pimenta e adicionar a um copo de água, ferver os ingredientes em uma panela e coar a solução assim que esfriar, adicionando um pouco de mel. Deve-ser então beber essa mistura. Acontece que o principal constituinte das folhas de hortelã-pimenta é o mentol. Ele é de natureza anti-inflamatória e antimicrobiana que pode alterar seu olfato e paladar.

Bastante água

E acredite ou não, apenas o hábito de beber muita água pode ajudar. A água mantém o corpo hidratado. Isso pode ajudar a evitar problemas de olfato e paladar. Além disso, com a ajuda do vapor quente, a congestão nasal e o entupimento do nariz melhorarão. Isso dará ao seu nariz uma porta aberta para respirar.

Terapia para estimular os sentidos

Há ainda, uma espécie de treinamento olfativo. Trata-se de um método sem contraindicações para acelerar a recuperação do olfato, em que o médico orienta o paciente a sentir, por alguns segundos, quatro tipos de odores sob a forma de óleos essenciais de eucalipto, limão, rosas e cravo, pelo menos duas vezes ao dia. Alternativamente, podem ser utilizados café, cravo, mel, vinagre de vinho tinto, pasta de dente de menta, essência de baunilha e suco de tangerina concentrado. O paciente deve pensar no cheiro de cada substância, esforçando-se para senti-lo. 

Quanto ao paladar, também há formas de treinar para recuperá-lo: o especialista orienta a degustação de alimentos diversos, desde que tenham os cinco gostos básicos (doce, salgado, amargo, azedo e umami).

Fonte: Healthshots, Universidade de Fortaleza

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.