Canadá e não-vacinados: restrições vão de álcool e cannabis a ver os filhos

Canadá e não-vacinados: restrições vão de álcool e cannabis a ver os filhos

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 14 de Janeiro de 2022 às 17h40
_Tempus_/Envato Elements

No Canadá, a província de Quebec tem adotado inúmeras medidas para estimular a vacinação local contra a covid-19, como restrição à compra de álcool e cannabis. A regra começa a valer na próxima terça-feira (18), com taxação dos não-vacinados e, agora, a justiça determinou que, temporariamente, um pai não poderá visitar o filho.

A região enfrenta uma nova onda de casos da variante Ômicron (B.1.1.529) do coronavírus SARS-CoV-2. Agora, apenas 12,8% da população da província canadense não se imunizou contra a covid-19, mas essas pessoas representam quase um terço de todos os casos de internação em decorrência da infecção em Quebec.

Para estimular vacinação da covid, província do Canadá adota uma série de sanções aos não-vacinados (Imagem: Reprodução/Erika8213/Envato)

Caso do pai não-vacinado

Em Quebec, um pai divorciado que optou por não se imunizar contra covid-19 perdeu, temporariamente, o direito legal de ver o filho de 12 anos até o mês de fevereiro. A medida pode ser revista, caso o homem escolha receber a vacina. A decisão do juiz foi tomada no final de dezembro.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A ação foi movida pela mãe, após descobrir que o pai da criança não recebeu as vacinas contra a covid-19 e, em postagens nas redes sociais, tinha um posicionamento contrário aos imunizantes.

Além disso, a mulher mora com o atual companheiro e outras duas crianças. Estas ainda não têm idade para serem imunizadas. Diante desse cenário, o juiz entendeu que não era "do melhor interesse da criança ter contato com o pai".

No Brasil, já existem casos semelhantes. Em setembro de 2021, a Vara de Família de Passo Fundo, no estado do Rio Grande do Sul, suspendeu, através de uma liminar, o direito de visita à filha de um pai que optou por não se imunizar contra a covid-19, segundo o Conjur.

Álcool, cannabis e taxação

Além da medida imposta pelo juiz, as autoridades de Quebec estão adotando medidas para incentivar a imunização do último grupo de pessoas não-vacinadas. Por exemplo, o primeiro-ministro da província, François Legault, afirmou que as pessoas que não receberam a primeira dose da vacina terão que pagar uma "contribuição" para somar nos recursos locais da saúde.

Além da espécie de multa para os não-imunizados e a proibição de compra de cannabis — cujo uso recreativo é autorizado em todo o país desde 2018 — e álcool, a província do Canadá também adotou toque de recolher das 22h às 5h para conter a nova onda da pandemia. A medida valerá para todos os dias da semana e deve ser suspensa quando a taxa de transmissão do vírus cair.

Fonte: BBC e Conjur   

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.