Brasil estuda liberar 4ª dose da vacina para todos com mais de 18 anos

Brasil estuda liberar 4ª dose da vacina para todos com mais de 18 anos

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 20 de Junho de 2022 às 09h43
CDC/Unsplash

O uso da quarta dose da vacina contra a covid-19 deve ser, mais uma vez, ampliado no Brasil. No momento, o Ministério da Saúde estuda liberar a nova dose do imunizante para todos aqueles que têm 18 anos ou mais no país. Ainda não há previsão sobre quando a decisão será oficializada.

"Em 2021, aplicamos duas doses de vacinas. Em 2022, essa deve ser a tendência. Todavia, tem a análise técnica, que precisa ser superada", afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para o jornal Folha de S. Paulo. "Se houver a aprovação [da quarta dose da vacina] para os adultos acima de 18 anos, todos que tomaram a dose de reforço há mais de quatro meses estariam aptos", acrescenta o ministro.

Brasil pode liberar a quarta dose da vacina contra a covid-19 para todos com mais de 18 anos (Imagem: Prostock-studio/Envato Elements)

Caso a área técnica da Saúde aprove o uso da quarta dose da vacina por todos com mais de 18 anos, a convocação não será de forma escalonada e nem separada por faixas etárias. Segundo Queiroga, todos poderão receber a dose extra do imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2.

Quem já pode receber a quarta dose no Brasil?

Até o momento, a Saúde recomenda a aplicação da quarta dose da vacina apenas em pessoas com mais de 50 anos, profissionais de saúde ou imunossuprimidos — como aqueles que enfrentam um câncer, passaram por algum transplante de órgão ou convivem com o HIV.

Antes de liberar para todos com mias de 18 anos, é previsto que o Ministério da Saúde amplie o uso da quarta dose, até o final deste semana, de forma menos abrangente. Inicialmente, o acesso à vacina deve incluir pessoas com mais de 40 anos. De forma independente, algumas cidades brasileiras já imunizam pessoas nesta faixa etária, como Distrito Federal, Teresina, Belém e a cidade do Rio de Janeiro.

Qual vacina deve ser usada no reforço?

Vale lembrar que, para receber quarta dose da vacina, a pessoa deve ter recebido a dose anterior do imunizante contra a covid-19 há pelo menos quatro meses. Segundo a Saúde, poderá ser usada uma das seguintes vacinas, independentemente da dose aplicada anteriormente:

  • Pfizer/BioNTech;
  • Janssen (Johnson & Johnson);
  • AstraZeneca/Fiocruz.

No momento, a Saúde não aconselha o uso do imunizante CoronaVac para a segunda dose de reforço contra a covid-19.

Fonte: Ministério da SaúdeFolha de S. Paulo    

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.