Anvisa autoriza importação excepcional da Sputnik V em 13 estados do Brasil

Anvisa autoriza importação excepcional da Sputnik V em 13 estados do Brasil

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 16 de Junho de 2021 às 13h30
erika8213/envato

No último capítulo da saga protagonizada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pela vacina contra COVID-19 Sputnik, a agência negou o pedido de exportação da vacina para o Brasil, mas alegou que ainda há espaço para a aprovação. Mas na terça (15), a Anvisa aprovou a importação excepcional da Sputnik V para mais sete estados brasileiros: Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás.

Ao todo, 13 passam a ter permissão de importar a vacina. Acontece que no início do mês, a permissão de importação excepcional chegou à Bahia, Maranhão, Sergipe, Ceará, Pernambuco e Piauí. A autorização contemplou a importação de 928 mil doses.

Agora, mais 592 mil doses poderão ser importadas. Essa nova distribuição acontece assim: Rio Grande do Norte: 71 mil; Mato Grosso: 71 mil; Rondônia: 36 mil; Pará: 174 mil; Amapá: 17 mil; Paraíba: 81 mil; Goiás: 142 mil.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Garakta-Studio/envato)

A vacina deverá ser utilizada apenas em adultos saudáveis e todos os lotes importados só poderão ser usados após liberação pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da Fiocruz. A Anvisa receberá relatórios periódicos de avaliação de risco-benefício do imunizante, além de tudo, e ainda cabe ressaltar que vacina a deverá ser utilizada em condições controladas, com condução de estudo de efetividade, com delineamento acordado com as normas da Anvisa, executado "conforme boas práticas clínicas".

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.