Anvisa aprova uso de vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos

Anvisa aprova uso de vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos

Por Renato Santino | Editado por Luciana Zaramela | 16 de Dezembro de 2021 às 11h35
Prostock-studio/Envato Elements

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quinta-feira (16) o uso da primeira vacina contra covid-19 destinada a crianças de 5 a 11 anos. Durante a reunião virtual, os membros deram o aval ao imunizante da Pfizer/BioNTech.

A vacina destinada ao uso infantil é diferente daquela que já é usada amplamente no mundo para quem tem mais de 12 anos. A dosagem no imunizante pediátrico é de 10 μg, em vez dos 30 μg utilizado em crianças e adultos.

A área técnica da Anvisa ponderou questões de segurança do imunizante para crianças, lembrando de pontos como os casos de miocardite e pericardite induzidos pela aplicação. No entanto, as ocorrências foram consideradas raríssimas, com incidência em apenas 0,007% dos casos.

Vacina destinada ao uso pediátrico tem dosagem diferente da usada em adolescentes e adultos (Imagem: Jesse Paul/Unsplash)

Além disso, mesmo nos casos em que houve complicações cardíacas, a evolução clínica das crianças afetadas se mostrou positiva na maioria dos casos.

A deliberação foi um pouco menos demorada do que outras sessões sobre a aprovação de vacinas contra covid-19. Isso porque, como a Pfizer já tem o registro definitivo de seu imunizante no Brasil, não há necessidade de votação, e agência apenas aceita a recomendação da área técnica.

Apesar do parecer favorável, o Brasil ainda não tem previsão para começar a vacinar a faixa etária. Isso porque, até o momento, o país ainda não adquiriu doses de uso pediátrico com a Pfizer.

Fonte: O Globo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.