Agora é ordem: Twitter determina que todos os funcionários trabalhem de casa

Por Rafael Arbulu | 12 de Março de 2020 às 10h55
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

O que era “sugestão” agora virou “regra”: o Twitter anunciou nesta quarta-feira (11) que todos os funcionários da empresa deverão trabalhar de casa, em regime home office, devido à evolução pandêmica do SARS-CoV-2, o popular “novo coronavírus”. Segundo o anúncio, a ordem vale em caráter global.

Na última semana, um anúncio feito pela rede social “encorajava fortemente” que funcionários não fossem aos escritórios da empresa, efetivamente posicionando a ideia como uma diretriz obrigatória hoje.

O Twitter conta com quase cinco mil funcionários diretos em todo o mundo, excluindo dessa conta os empregados temporários e fornecedores terceirizados. A empresa disse que vai arcar com quaisquer custos relacionados a mudanças que tenham de ser realizadas na rotina da casa de seus colaboradores, bem como pais que tenham adição de gastos com creches e afins.

Avanços do coronavírus fizeram com que o Twitter implementasse o trabalho home office obrigatório a todos os seus funcionários, em escala global

"Nossa maior prioridade continua sendo a saúde e segurança de nossos funcionários, e nós também temos responsabilidade com o apoio a nossas comunidades, aqueles que estão vulneráveis, e aos trabalhadores da saúde que estão na linha de frente desta pandemia", diz o anúncio da companhia feito em seu blog oficial.

"A fim de continuar com esse apoio, estamos indo além de nossa ideia anterior de 'fortemente encorajar o trabalho em casa', oferecida em 2 de março, e estamos informando a todos os nossos colaboradores no mundo que eles devem trabalhar de casa. Nós entendemos que este é um passo sem precedentes, mas essa é uma época também sem precedentes. E nós vamos continuar a fazer tudo o que pudermos para suportar nossos funcionários".

No que tange aos terceirizados, a empresa entende que nem todas as funções permitem que o trabalho em home office seja conduzido adequadamente, então aqueles que obrigatoriamente precisarem se locomover ou comparecer aos escritórios da companhia, terão seus pagamentos feitos normalmente.

O Twitter é mais uma das grandes empresas de tecnologia a posicionarem o regime home office de seus funcionários devido ao avanço da COVID-19, seguindo um curso de ação que já havia sido tomado pela Apple, Amazon, Google e Microsoft. Entretanto, as outras empresas normalmente exprimem “fortes recomendações” ou implementam o home office como regra apenas em escritórios específicos. No caso do Twitter, não é possível afirmar que a rede social tenha sido a primeira a comandar isso a toda a sua força global, mas certamente é um dos casos mais emblemáticos.

O Canaltech buscou a assessoria de imprensa do Twitter no Brasil para saber como a decisão foi recebida e como impactou o escritório daqui, mas, até o fechamento deste texto, ainda não tivemos resposta.

Fonte: Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.