84% dos usuários de tablets sofrem de dores no pescoço

Por Felipe Demartini | 26 de Junho de 2018 às 12h18

A postura curvada tradicional de quem está utilizando um tablet tem nome, “pescoço de iPad” e, agora, sua existência foi confirmada cientificamente. De acordo com um estudo da Universidade de Nevada, Las Vegas, nos Estados Unidos, 84,6% dos usuários desse tipo de dispositivo sofrem de dores no pescoço relacionadas à utilização dos aparelhos. Outros 65,4% reclamaram de desconfortos nas costas e nos ombros.

Tudo por causa da má postura, com a posição tradicionalmente curvada adotada pelos utilizadores, estejam eles sentados em um sofá ou com os aparelhos apoiados em uma mesa. O peso da cabeça, por exemplo, recai sobre o pescoço, enquanto ombros sustentam o peso do aparelho em si e também do corpo, gerando o stress que, mais tarde, leva às dores e a uma curvatura da coluna.

Em alguns casos, o desconforto é tão grave que impede os usuários de dormirem. Essa condição foi citada por 15% dos participantes da pesquisa, enquanto 10% tiveram sintomas severos que os levaram a buscar ajuda médica. A maioria (55%) relata apenas dores moderadas e não parecem levar a situação em consideração, mantendo a má postura mesmo sentindo o corpo reclamar durante as longas horas de utilização.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O estudo também descobriu que as mulheres são mais propensas a sofrerem do “pescoço de iPad” do que os homens. 70% das participantes do estudo reclamaram de desconforto, uma condição que a universidade relacionou aos cuidados com a família, com um número equivalente de respondentes do gênero feminino, 77%, relatando utilizarem tablets sentadas no chão. Seria uma forma de participar de atividades junto com os filhos ou entretê-los. Entre os homens, esse índice é de 23%.

Entretanto, são duas as posições mais citadas pelos donos desse tipo de aparelho. Na maioria das vezes, eles utilizam o tablet na horizontal, sobre uma mesa, ou, pior ainda, no colo, principalmente quando em viagens ou no transporte coletivo. Outra postura tradicional, com o usuário curvado sobre a mesa enquanto segura o tablet com uma das mãos, também esteve entre as mais populares.

A pesquisa também concluiu que a maioria dos afetados pelas dores sabem que elas são causadas pelo uso contínuo de tablets e pela má postura durante essa utilização. Entretanto, 46% disseram que não parariam de usar os dispositivos para aliviar os sintomas, contrariando até mesmo ordens médicas que poderiam levá-los a isso.

De acordo com os especialistas, a melhor maneira de usar um dispositivo dessa categoria é sentado em uma cadeira com encosto, mantendo o pescoço e a cabeça na posição mais “neutra” possível. Suportes que mantém o dispositivo em pé podem ser utilizados como facilitadores para uma postura adequada, uma vez que, ao contrário de monitores convencionais, é difícil manter a tela na altura dos olhos, como é o modo mais recomendado pelos médicos.

Além disso, as mesmas recomendações do trabalho com o computador devem ser adotadas na utilização de um tablet, mesmo que durante as horas de lazer. Pausas a cada 15 minutos, caminhadas, alongamentos e exercícios físicos também ajudam a compensar o stress sobre pescoço e costas durante períodos prolongados de contato com a tecnologia.

Fonte: Journal of Physical Therapy Science 

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.