Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

51% da população mundial vai estar acima do peso em 2035

Por| Editado por Luciana Zaramela | 07 de Março de 2023 às 14h24

Link copiado!

Montagem/_Tempus_/Hannievanbaarle/Envato
Montagem/_Tempus_/Hannievanbaarle/Envato

Se estratégias de combate ao ganho excessivo de peso não foram adotadas de forma massiva, mais da metade da população mundial estará acima do peso ou obesa até 2035. É o que estima o último relatório da World Obesity Federation, divulgado na segunda-feira (6), em reunião da Organização das Nações Unidas (ONU).

Para ser mais preciso, o estudo prevê que 51% dos humanos — o que equivale a 4 bilhões de pessoas — estarão acima do peso recomendado. Para comparar, em 2020, foi estimado que 38% da população mundial (2,6 bilhões de pessoas) se enquadrava nos parâmetros de sobrepeso ou obesidade.

Apesar da incidência da obesidade aumentar no mundo inteiro, o relatório alerta para a maior velocidade de crescimento em países de baixa ou média-baixa renda na África e na Ásia. Outra tendência que precisa ser revertida é o número maior de crianças e adolescentes acima do peso.

Continua após a publicidade

No caso específico dos brasileiros, é estimado que 41% da população adulta se torne obesa até 2035. A boa notícia é que, segundo o relatório, o Brasil ocupa a 64ª posição no ranking com 183 países que analisa a capacidade das nações em lidar com o desafio do excesso de peso. A posição indica que o país está em um bom patamar e tem condições de reverter este cenário nos próximos 12 anos, caso desenvolva políticas públicas abrangentes.

O que é estar com sobrepeso ou obesidade?

Para classificar quais indivíduos estavam acima do peso, o relatório internacional recorreu o índice de massa corporal (IMC). Este é um cálculo simples que considera apenas o peso e a altura em indivíduos adultos. Para crianças e adolescentes, a definição é mais complexa, já que envolve também a faixa etária.

Seguindo esta classificação, uma pessoa é considerada com sobrepeso quando o IMC varia de 25 a 29,9. A obesidade é definida pelo IMC igual ou maior que 30. Inclusive, o Canaltech já ensinou como fazer este cálculo e alertou para os limites deste tipo de medição.

Custos da população obesa para a saúde pública

Se as previsões dos pesquisadores se concretizarem, o impacto econômico global do sobrepeso e da obesidade será de US$ 4,32 trilhões anuais — aproximadamente 22,44 bilhões de reais. Para cobrir esta despesa, será necessário destinar quase 3% do produto interno bruto (PIB) global, algo "comparável ao impacto da covid-19 em 2020", segundo o relatório.

É preciso olhar "urgentemente" para os sistemas e fatores que contribuem para o aumento da obesidade globalmente e "envolver ativamente os jovens nas soluções", afirma Louise Baur, presidente da federação, em comunicado. "Se agirmos juntos, agora, teremos a oportunidade de ajudar bilhões de pessoas no futuro”, completa.

Continua após a publicidade

Fonte: World Obesity