Com o Oculus Quest 2, Facebook quer que você trabalhe em escritórios em VR

Por Ramon de Souza | 16 de Setembro de 2020 às 23h20
Oculus
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

O Facebook anunciou recentemente o Oculus Quest 2, segunda versão de seus óculos de realidade mista — o dispositivo é bem mais leve do que o anterior e oferece resolução 2K para cada um dos olhos. Embora o gadget possa parecer muito interessante para assistir a filmes e jogar games, a rede social propõe um uso bastante curioso para o invento: o trabalho em um ambiente totalmente digital e em realidade aumentada.

A ideia por trás do Infinite Office é simples: você veste o produto e passa a visualizar uma série de telas virtuais que podem ser ordenadas e redimensionadas de acordo com a necessidade. Toda a operação é feita através de gestos no ar, mas também seria possível usar um teclado especial (feito em parceria com a Logitech) para digitar e conversar em chats.

Não vamos te julgar caso você tenha sentido um déjà-vu aqui. A ideia, além de ser alusiva ao sistema do filme de ficção científica Minority Report, também lembra bastante os conceitos iniciais do Microsoft Hololens — que, infelizmente, acabou caindo no esquecimento. Porém, com profissionais sendo obrigados a trabalhar remotamente (com pouco espaço físico disponível para instalar múltiplas telas físicas), o Facebook espera que a ideia ganhe um pouco mais de tração.

Claro, a resolução de certos empecilhos para que o projeto funcione corretamente ainda continua um mistério. A baixa autonomia do Quest 2 (cerca de duas horas e meia) é um desses obstáculos. De qualquer forma, o Facebook pretende disponibilizar um beta do Infinite Office ainda este ano.

Fonte: Oculus

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.