Apesar da multa bilionária, Alphabet apresenta segundo trimestre consistente

Por Carlos Dias Ferreira | 23 de Julho de 2018 às 21h35
Tudo sobre

Alphabet

A Alphabet divulgou nesta segunda-feira (23) seus números para o segundo trimestre de 2018. A despeito da multa recorde imposta pela União Europeia por violação de regras antitruste, a empresa-mãe da Google revelou bons resultados.

Os números oficiais de Mountain View mostram lucro líquido de US$ 3,2 bilhões, com ganhos de US$ 4,54 por ação e receita de US$ 32,7 — incluindo os custos de aquisição de tráfego (TAC, na sigla em inglês), valor que é pago por companhias de busca na internet a afiliados que direcionam acessos de consumidores e negócios para seus sites. Excluindo-se a multa de 4,34 bilhões de euros, os ganhos da companhia ficaram em US$ 11,75 por ação.

Os resultados, de fato, não ficaram muito longe das predições de Wall Street, que havia colocado ganhos de US$ 9,54 por ação e receita de US$ 32,2 bilhões. Excluindo-se os custos de aquisição de tráfego, os investidores esperavam ainda por uma receita líquida de US$25,6 bilhões, sendo que o valor apresentado pela Alphabet foi de US$ 26,28 bilhões. No geral, os TACs responderam por 23% das receitas do Google.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Nuvem, software e as “Outras Apostas”

Os resultados da Alphabet mostram ainda uma receita apenas para a Google de US$ 32,5 bilhões durante o segundo trimestre — em que se incluem soluções em nuvem, software e produtos para gerenciamento de dados. Outras receitas da subsidiária, incluindo o novo termostato Nest, somaram US$ 4,23 bilhões.

Other Bets: setor mais disruptivo (futurista) da Alphabet apresentou perdas operacionais de US$ 732 milhões. (Foto: reprodução/Google).

Por fim, a categoria chamada de Other Bets apresentou receita de US$ 145 milhões, com perdas operacionais de US$ 732 milhões. Essas “outras apostas” incluem diversos serviços responsáveis por expandir o portfólio da Alphabet, tais como o Google Fiber, o Calico Labs, o CapitalG o GV (antigo Google Venture, um fundo de investimento) e, talvez o mais conhecido, o Google “X” – de onde vieram tecnologias disruptivas como os carros autômatos ou o finado Google Glass.

Ganhos com publicidade

Ademais, o relatório da Alphabet ainda mostra que os custos-por-clique apresentaram um decréscimo de 22% durante o trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. Como resultado, a companhia acumulou uma receita total com publicidade de US$ 28,1 bilhões — 23,8% de crescimento ano a ano.

A Google foi multada pela União Europeia por infringir leis antitruste como Android, já que os aparelhos deixam as lojas com vários aplicativos pré-instalados, o que desfavoreceria a concorrência. Embora a Alphabet ainda pretenda recorrer da decisão judicial, a multa de 4,34 bilhões foi incluída na contabilidade do segundo trimestre. A companhia já havia sido pesadamente multada em território europeu anteriormente, quando precisou pagar 2,4 bilhões de euros por seus serviços de compras online.

Fonte: Alphabet

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.