Twitter prioriza contas verificadas e de autoridades para combater fake news

Por Alberto Rocha | 21 de Março de 2020 às 14h00
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

O combate à COVID-19 não se restringe somente a quarentena para evitar a disseminação do vírus entre as pessoas, mas também que notícias falsas (fake news) sobre o assunto não sejam compartilhadas, e as redes sociais têm papel fundamental nisso.

O Twitter, após começar a restringir anúncios cuja palavra-chave é o novo coronavírus, anunciou na última sexta-feira (20), que está priorizando perfis verificados que tem propriedade para falar sobre o tema, como médicos e instituições de saúde, por exemplo.

PSA sobre o que estamos fazendo para verificar as contas do Twitter que fornecem atualizações confiáveis em torno do # COVID19: estamos trabalhando com autoridades globais de saúde pública para identificar especialistas e já verificamos centenas de contas, mas ainda há mais a fazer e poderíamos usar sua ajuda”, revela a publicação.

O comunicado ainda faz um alerta para que, caso você se enquadre como especialista na área de saúde, atualize suas informações na rede social para contribuir nesse processo de verificação.

Autoridades brasileiras “contaminam” o Twitter

Segundo um levantamento feito pelo site Núcleo Jornalismo, que cataloga diariamente os 50 assuntos mais comentados no Brasil e no mundo, o tema “coronavírus” só apareceu nos trending topics nacionais após o dia 12 de março, quando saiu o diagnóstico positivo para a COVID-19 em Fábio Wajngarten, secretário de comunicação do governo, e testes foram realizados no presidente Jair Bolsonaro.

Coronavírus entrou nos trending topics do Twitter em 12 de março (Imagem: Núcleo Jornalismo)

Para tal conclusão, o site analisou 1,03 milhões de tweets entre os dias 9 a 19 de março, nos quais desconsiderando retuítes e respostas, 150 mil continham as palavras “coronavírus” e “COVID-19” em português.

Apesar de não serem dados oficiais da rede social, o número tem sua relevância, uma vez que o Brasil tem cerca de 12 milhões de usuários ativos na plataforma, sendo o 5º maior mercado do Twitter no mundo.

Fonte: Twitter, Núcleo Jornalismo  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.