Twitter é visto pelos jovens como a melhor rede para se informar, revela estudo

Twitter é visto pelos jovens como a melhor rede para se informar, revela estudo

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Novembro de 2021 às 12h52
Brett Jordan/Pexels

Um estudo conduzido pelo Twitter no Brasil em 2021 revelou que os jovens veem a plataforma como uma espécie de central de dados confiáveis, por isso eles se mantêm informadas sobre tudo o que está acontecendo pela rede. Os dados foram compilados pelo time de Marketing Insights & Analytics do Twitter no Brasil para entender os comportamentos da Geração Z, a partir de dados de conversas, questionários e relatórios.

Cerca de 81% dos entrevistados, nascidos entre a segunda metade dos anos de 1990 e o início dos anos 2000, disseram ficar sabendo das coisas por lá, enquanto 80% concordou que a plataforma traz notícias atuais. Para efeito de comparação, esses dados, segundo o Twitter, representam uma confiabilidade quatro vezes maior na comparação com o mesmo público em outras redes.

A guia de pesquisa do Twitter reúne assuntos do momento e notícias organizadas para informar o usuário (Imagem: Reprodução/Twitter)

Por ter uma limitação de caracteres, a rede do passarinho sempre teve um apelo forte para o lado da informação instantânea, com pequenos resumos feitos por veículos jornalísticos e coberturas de acontecimentos em tempo real. Foi o que aconteceu recentemente nos Estados Unidos, com a invasão do Capitólio, quando os apoiadores do ex-presidente Donald Trump coordenaram as ações de um lado, enquanto parlamentares acuados relatavam os ocorridos lá dentro.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A Geração Z vê a plataforma como um local para se conectarem a assuntos do seu interesse (64%) e para compartilhar acontecimentos da sua rotina diária (61%). Neste último aspecto, inclusive, o Twitter afirma que os entrevistados disseram encontrar na rede um bom lugar para "ser quem você quiser", prova disso seriam os 81% do total que acreditam ser um bom lugar para expressas suas opiniões.

Diversão no topo

Além das notícias, o público jovem também tem forte apelo para o entretenimento, principalmente por aproximar os fãs do seu ídolo. A plataforma revela que assuntos na temática de diversão foram os mais tuitados entre 2020 e junho de 2021 no Brasil — o termo "fandom", usado para se referir a um grupo de fãs de algo, teria tido um aumento de 33% neste público no comparativo a 2019 e 2020.

Mesmo com fama de ser uma rede tóxica, para a maioria dos usuários, o humor ganha de lavada qualquer aspecto negativo — 77% dos usuários da Gen Z disseram acompanhar memes e três a cada quatro associam o serviço a descontração. De fato, a maioria dos memes modernos surgem no Twitter e só depois se espalham para outros locais.

Desde o início de 2021 que o Twitter busca trazer cada vez mais novidades para a sua plataforma para atrair novos públicos e consolidar a audiência atual. Eles tentaram, por exemplo, introduzir o conceito de Stories com o Fleet — cancelado após a pouca adesão — e as salas de áudio do Espaços. A plataforma ainda pretende investir em criptomoedas e NFTs para atrair os jovens, além de ter anunciado um pacotão de novidades para 2021/2022.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.