Twitter deve exibir anúncios em um local estratégico e potencialmente incômodo

Twitter deve exibir anúncios em um local estratégico e potencialmente incômodo

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 14 de Outubro de 2021 às 10h48
(Imagem: Reprodução/ Charles Deluvio/Unsplash)

Embora lute para mudar isso, o Twitter tem na publicidade online a sua principal fonte de renda, razão pela qual a empresa deve passar a exibir propagandas em mais um local extra. Segundo o líder de produtos de receita da companhia, Bruce Falck, a plataforma deve adicionar os anúncios no meio das respostas a um tuíte.

Aparentemente, as propagandas podem aparecer depois da primeira, terceira ou oitava resposta em um tuíte, o que pode significar uma aleatoriedade de inserções. No post compartilhado em seu perfil oficial, o executivo mostra uma simulação de como o anúncio aparecia no feed e tudo parece bem encaixado, sem muita "forçação de barra" ou interferência na usabilidade.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mesmo com a adição de algo potencialmente incômdo, parece que o Twitter planejou bem a inserção para não deixá-la irritante ou prejudicial às conversas na rede. Ninguém vai achar que aquilo é parte da conversa a ponto de se frustrar, já que o formato do post promovido difere dos demais, mas também não deixa de chamar a atenção para conteúdos de interesse do público-alvo da campanha.

Neste começo, os testes serão restritos a poucos usuários e apenas nos aplicativos para iOS e Android. Os anúncios em meio ao fio de conversas do Twitter devem ser implementados de forma gradual para os demais com o fim dos experimentos, o que não há data para ocorrer.

Essa é mais uma tentativa da rede social do passarinho de aumentar as receitas, mas sem impactar negativamente na experiência do usuário. A plataforma já lançou o Super Follow, para incentivar pessoas a apoiar criadores de conteúdo; os ingressos pagos para salas do Spaces; e as bonificações com uso de dinheiro físico ou criptomoedas.

Fonte: Bruce Falck  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.