Twitter anuncia Super Follow, recurso que permite cobrar por tuítes

Por Felipe Junqueira | 25 de Fevereiro de 2021 às 18h05
Marten Bjork/Unsplash

O Twitter anunciou algumas novidades que pretende disponibilizar em breve na plataforma, incluindo um novo Modo Seguro, mais funções para grupos e um novo serviço de assinaturas na rede social para criadores monetizarem seu conteúdo.

As revelações foram feitas durante um evento para investidores, no qual a companhia declarou que pretende dobrar as receitas até 2023, comparado com 2020, de US$ 3,7 bilhões para US$ 7,5 bilhões. E para isso, a empresa pretende liberar um recurso de assinaturas semelhante ao OnlyFans, no qual os seguidores podem pagar um valor mensal para ter acesso a publicações exclusivas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Twitter chama a funcionalidade de Super Follow, e anunciou que terá um preço fixo de US$ 4,99 (cerca de R$ 28 na cotação atual, sem impostos). Além das publicações exclusivas, o recurso ainda inclui insígnia de apoiador, newsletters, acesso à comunidade e outras vantagens. O assinante pode cancelar a qualquer momento, e deve pagar apenas uma quantia proporcional ao tempo de inscrição.

Super Follow é o recurso de monetização do Twitter (Imagem: Divulgação/Twitter)

Vale lembrar que outras plataformas, como o YouTube, já oferecem recurso parecido. É uma maneira interessante para os criadores de conteúdo monetizarem o tempo que passam na plataforma, e das empresas de garantirem uma receita adicional, além de gerar mais engajamento.

Comunidades

Outra nova funcionalidade são as Comunidades, uma espécie de Facebook Groups no Twitter. Serão grupos para reunir pessoas com interesses em comum, como plantas, gatos, justiça social e por aí vai — seguindo exemplos da própria plataforma.

Modo Seguro

E a terceira novidade é uma espécie de Modo Seguro que, como o próprio nome sugere, é um recurso para tornar a sua linha do tempo menos propensa a exibir conteúdo de usuários que espalham ódio na rede. Quando ativada, a função vai tentar ocultar publicações que violam as regras do Twitter.

Para isso, a plataforma tentará bloquear automaticamente contas abusivas, que tenham violado as regras da rede social, além de silenciar perfis detectados com publicações odiosas, incluindo xingamentos, linguagem ofensiva e discurso de ódio.

Apesar do anúncio, o Twitter não divulgou previsão para liberar nenhum dos recursos descritos.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.