TikTok quer ser uma plataforma para divulgar vagas de emprego, sugere teste

TikTok quer ser uma plataforma para divulgar vagas de emprego, sugere teste

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 12 de Maio de 2021 às 10h20
Hello I'm Nik/Unsplash

O TikTok quer que seus usuários utilizem a plataforma para encontrar emprego e criar um modelo de currículo. Uma reportagem do site Axios mostra que a rede social testa um recurso que abre caminho para companhias recrutarem a partir dos seus perfis, enquanto usuários poderiam elaborar currículos resumidos no popular formato de vídeo na vertical.

A novidade não seria uma plataforma complexa ou para candidaturas robustas como o LinkedIn, tampouco pretende roubar a identidade da rede social concorrente como um hall para o mercado de trabalho. Em testes limitados, companhias no TikTok poderiam anexar uma página web (acessível pelo app) ao próprio perfil, em que listariam ofertas de emprego — a maioria delas em cargos baixos — para atrair usuários da plataforma.

Não, essa não será a chance de gravar vídeos com imitações, danças ou tutoriais para se candidatar a uma vaga — a não ser que essa seja a finalidade dela. O princípio da novidade é permitir que os jovens adultos que tanto passam pelo TikTok aproveitem a plataforma para encontrar propostas de emprego.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em paralelo, o teste permitirá que usuários publiquem pequenas apresentações sobre si em seus perfis, a fim de popularizar a ferramenta na comunidade. Contudo, ainda não está claro se o conteúdo estará disponível no perfil ou apenas para os possíveis empregadores.

Vá até onde a nova geração está

De acordo com uma reportagem do The Washington Post, o TikTok conhece seus usuários e observa atentamente o potencial da sua plataforma. Em 2021, viu o uso da hashtag #careeradvice (“conselhos sobre carreira”, em tradução livre) cresceu absurdamente, alcançando 80 milhões de visualizações diárias em meados de fevereiro.

Sinais de que a finalidade dos vídeos na vertical foi diversificada também foram vistos no ano passado, em que a HBO recebeu mais de 300 candidaturas em vídeo por meio da hashtag #HBOMaxsummerintern. Ademais, a plataforma de freelancers Contra também observa que cerca de 90% dos seus colaboradores vêm a partir do TikTok, atraídos pelas suas publicações.

Se a rede social será um novo ambiente para procurar um emprego ou conquistará relevância nesse segmento, só o tempo dirá. Não se sabe quais são as companhias incluídas no teste, porém, segundo a Axios, “grandes empresas” foram convidadas para participar.

Assim como outros recursos colocados em teste, não há previsão para a novidade ser expandida para mais empresas e usuários. O recurso deve ser apresentado por meio de um anúncio e, como sempre, será reportado aqui no Canaltech.

Fonte: Axios, The Washington Post

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.