Facebook vai passar a detalhar taxas que Google e Apple cobram de criadores

Facebook vai passar a detalhar taxas que Google e Apple cobram de criadores

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 07 de Junho de 2021 às 20h30

Apesar de ser conhecido como uma rede social, o Facebook tem na publicidade um de seus maiores negócios — e o Google e a Apple como alguns de seus maiores competidores. No que parece ser uma ação para se destacar em meio à concorrência, a rede social revelou que vai alterar sua interface para criadores para mostrar exatamente o quanto eles pagam a cada empresa simplesmente por operar na plataforma.

A nova tela ainda não tem data de estreia definida, mas a empresa já revelou o primeiro relance do que os usuários vão encontrar. Nela, criadores vão poder ver os ganhos totais e quanto foi descontado em impostos e em taxas adotadas pelo próprio Facebook, pela Apple e pelo Google — depois de todos esses descontos, eles poderão conferir o quanto efetivamente vão ganhar.

Imagem: Divulgação/Facebook

O anúncio da nova interface veio acompanhada por uma mensagem publicada pelo CEO Mark Zuckerberg em seu perfil na rede social. Ele revelou que o uso de eventos online, assinaturas de fãs e produtos futuros de notícias independentes vão ser mantidos totalmente gratuitos para criadores até 2023.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

“E, assim que introduzirmos uma divisão de receita, ela vai ser menos do que os 30% que a Apple e os outros tiram”, finalizou Zuckerberg. Anteriormente, a empresa havia revelado que iniciaria seu plano de monetização ainda em 2021 — a mudança pode estar ligada à estratégia de expandir o uso da rede social como uma forma de transmitir eventos esportivos que nem sempre são contemplados pela televisão.

A referência com críticas à Apple feita pelo executivo não pode ser ignorada, visto que as duas companhias não estão nos melhores termos atualmente. O Facebook está entre os maiores críticos do sistema App Tracking Transparency introduzido pelo iOS 14.5 que, ao permitir que usuários barrem a coleta de dados pessoais, tira da plataforma a capacidade de vender anúncios direcionados precisos.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.