Em breve, não será necessário uma conta no Facebook para assistir a uma live

Por Claudio Yuge | 31 de Março de 2020 às 11h30
Pixabay
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Em tempos de pandemia global do novo coronavírus (SARS-CoV-2), os vídeos ao vivo estão mais populares do que nunca, afinal, se não podemos nos ver de perto, o jeito é poder se comunicar com a ajuda da tecnologia. Segundo o Facebook, desde que a plataforma "Live" foi criada pela rede social, foram mais de 8,5 bilhões de transmissões ao vivo. Além disso, houve um aumento significativo do uso da ferramenta nas últimas semanas, de shows acústicos até missas remotas realizadas pelo Papa Francisco e o Padre Marcelo Rossi. Com isso, a companhia anuncia algumas novidades para melhorar a experiência das pessoas.

A partir da próxima atualização, você não precisará ter um perfil no Facebook para conferir as lives públicas. “Estamos expandindo o acesso a vídeos ao vivo públicos e sem restrições de localização geográfica, permitindo que pessoas sem contas no Facebook possam acessar informações importantes”, diz o comunicado da empresa.

Vale destacar que, para conferir sem uma conta na rede social, o criador desse conteúdo terá que liberar o acesso para todos e será preciso respeitar condições de faixa etária e localização geográfica.

A plataforma deve oferecer transmissões mesmo sob acesso limitado de dados à Internet, com recurso que vai permitir às pessoas com baixa conectividade desativar o vídeo e escutar apenas o áudio. A rede social também vai adicionar números de chamadas gratuitas, para que as pessoas possam ligar e ouvir áudio de uma transmissão ao vivo de qualquer telefone. As legendas automáticas ocultas poderão ser ativadas em todas as lives.

Novo Live Producer (Imagem: Reprodução/Facebook)

A criação de conteúdo terá o reforço do Live Producer, uma ferramenta para gerenciar as lives a partir de uma câmera conectada e um codificador de software, que prometem facilitar a entrada ao vivo e o engajamento com as comunidades no Facebook. Essa ferramenta substitui a antiga interface e foi criada para garantir maior confiabilidade e exibição, com moderação de comentários, sobreposições e recortes, entre outros recursos.

As novidades devem ser distribuídas para o público brasileiro nas próximas semanas.

Fonte: Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.