Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Facebook pode ter posts com acesso antecipado para assinantes

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Setembro de 2022 às 18h24

Link copiado!

Ícone: Freepik/Flaticon
Ícone: Freepik/Flaticon
Tudo sobre Facebook

O Facebook está testando um recurso de "acesso antecipado" para inscritos em páginas de criadores. A ideia é restringir a visibilidade de determinadas publicações por 24 horas, 48 horas ou até uma semana para quem estiver disposto a pagar por assinaturas da sua marca ou seu influenciador favorito.

Após o período de acesso exclusivo de assinantes, os demais usuários passam a visualizar a publicação, mesmo os não pagantes. O recurso é útil para quem deseja organizar algum tipo de sorteio em etapas (inscritos primeiros, outros seguidores depois), inscrições em cursos com vagas limitadas, no caso de lançamento de músicas/clipes ou em uma pré-venda de produtos.

Continua após a publicidade

A rede social também adicionará uma nova opção que permite limitar o alcance de uma publicação para os inscritos ou para os chamados Top Fans. Nesse caso, não se trata de acesso antecipado, mas sim de conteúdo exclusivo, porque apenas contas qualificadas terão acesso.

As novidades ainda estão em fase experimental com um pequeno grupo de pessoas, portanto deve levar algum tempo para chegar de forma ampla. A iniciativa é parte de um plano maior da Meta de criar um sistema de assinaturas para o Facebook nos moldes do Super Follows, do Twitter, e do OnlyFans.

Conteúdo antecipado e exclusivo no Face

Hoje, alguns criadores usam grupos secretos como "gambiarra" para distribuir conteúdo exclusivo. O problema é que isso não serve para o caso do acesso antecipado, além de ser menos versátil que uma ferramenta própria.

Em muitas plataformas, assinantes tem acesso a conteúdos exclusivos como fotos, vídeos, áudios ou textos dos criadores. Já em outras, você apenas ganha distintivos e se livre de propagandas, como na Twitch. Fato é que o sistema de assinaturas está em alta, principalmente quando envolve recompensas.

O Facebook fez um teste semelhante em novembro do ano passado, porém com foco para os grupos. Administradores poderiam criar guias, manuais, tutoriais e outros conteúdos úteis cobrando valores para acesso. Essa seria uma estratégia para resgatar a importância dos grupos, além de incentivar a movimentação nesses locais de interação social.