Facebook inicia testes com salas de áudio para rivalizar com Clubhouse

Facebook inicia testes com salas de áudio para rivalizar com Clubhouse

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 11 de Maio de 2021 às 13h40
Gerd Altmann/Pixabay

O Facebook já iniciou a fase de testes do seu principal produto para competir com o Clubhouse, como parte de uma expansão dos serviços de chat por voz da empresa. O Live Audio Rooms foi liberado para figuras públicas e influenciadores digitais em Taiwan.

A meta é trazer a possibilidade de criação de salas exclusivas para troca de mensagens por áudio, além da permitir a realização e hospedagem de podcasts. Novas ferramentas de edição também devem desembarcar junto com a novidade, no intuito de permitir que qualquer pessoa possa criar, editar e disponibilizar um podcast online.

As salas de áudio já começaram a ser testadas em Taiwan (Imagem: Divulgação/Facebook)

O Live Audio Rooms foi anunciado oficialmente em abril e deve expandir os serviços da maior rede social do mundo. O Facebook fará todos os testes necessários no app da rede e no Messenger para depois levar o recurso para outras partes do globo.Na primeira leva, as salas de áudio ao vivo serão liberadas para conversas entre amigos, mas o plano é levá-las também para os grupos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A empresa prometeu autorizar o envio de Estrelas para os bate-papos de áudio, o que deve permitir aos fãs comprar tokens para apoiar seus criadores de conteúdo favoritos. Funciona como uma gorjeta, de forma similar aos Bits, na plataforma de streaming de vídeo Twitch, e também no próprio Facebook Gaming.

As Stars poderão ser enviadas para as salas de áudio também (Imagem: Divulgação/Facebook)

Outra novidade que desembarcará junto para experimentos é o Soundbites. Neste caso, o foco também é áudio, porém com uma "pegada mais TikTok": clipes curtos voltados para compartilhamento de temas mais leves e descontraídos, como comentários breves, piadas, paródias, trechos de músicas e outras finalidades.

Podcasts em alta

Os podcasts são uma aposta significativa do Facebook para os próximos meses, fruto da explosão do formato nos últimos anos, especialmente em 2020. As páginas referentes a programas de podcasts terão a possibilidade de integrar o áudio dos episódios mais recentes. Recentemente, a rede anunciou que abrigará um miniplayer personalizado do Spotify para permitir que o usuário escute sem precisar sair da rede.

O app social também deve recomendar novos programas com base nos interesses dos usuários, além de oferecer a eles a possibilidade de fazer o mesmo com seus amigos. Isso sem mencionar as tradicionais ferramentas de compartilhamento para demonstrar aos conhecidos que aquele conteúdo é bom.

Os Soundbites serão pequenas gravações de áudio (Imagem: Divulgação/Facebook)

Desde o ano passado que o Facebook investe na criação de novos produtos semelhantes aos dos concorrentes. A maior plataforma social do mundo não quer ficar para trás, por isso tenta se reinventar toda vez que uma ameaça surge. Foi assim com o Reels, na tentativa de igualar a proposta do TikTok no Instagram, e com a monetização de conteúdo para produtores, como tem feito o Kwai e outros concorrentes. Agora, em mais uma tentativa de embarcar na onda do momento, busca levar o conceito de salas de áudio para sua suíte de apps.

O Clubhouse explodiu durante o ano de 2020, impulsionado pela pandemia e o cancelamento de grandes eventos. Inicialmente, seu formato não atraiu tanta atenção, mas isso mudou após a participação de figuras notáveis como Elon Musk e o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg.

Está ansioso(a) para experimentar a alternativa de áudio do Facebook? Ou acha que isso é moda e não deve durar? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.