Donald Trump está permanentemente banido do Twitter

Por Ramon de Souza | 08 de Janeiro de 2021 às 21h04

Prestes a deixar seu cargo como presidente dos Estados Unidos, o republicano Donald Trump acaba de entrar para a história — mas por um motivo bastante constrangedor. Ele é a primeira figura política do país a ser banido permanentemente do Twitter. A rede social publicou a decisão de excluir a conta do regente nesta sexta-feira (8), dando-se ao luxo de, inclusive, publicar um longo comunicado explicando os motivos para tal decisão.

“Após uma análise detalhada dos tweets recentes da conta @realDonaldTrump e do contexto em torno deles — especificamente sobre como eles estão sendo recebidos e interpretados dentro e fora do Twitter —, suspendemos permanentemente a conta devido ao risco de mais incitação à violência”, comenta a plataforma, citando a recente invasão de apoiadores de Trump ao capitólio dos EUA.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Na ocasião, o republicano usou as redes sociais para “pedir gentilmente” que os protestantes (que estavam ali contra a certificação do democrata Joe Biden como novo presidente) voltassem para casa; mas, ao mesmo tempo, voltou a fazer acusações de que as eleições de 2020 haviam sido fraudadas. Ademais, o atual presidente usou a oportunidade para “agradecer o apoio” de seus fãs.

Por conta da irresponsabilidade de Trump perante essa séria situação, o Twitter já havia, na própria quarta-feira (6), anunciado um bloqueio temporário da conta do republicano. Outras redes sociais — Facebook, Snapchat e Twitch — seguiram caminhos parecidos, sendo que estes dois últimos serviços já haviam, desde já, anunciado que o perfil do político seria bloqueado por tempo “indeterminado”.

“No contexto dos eventos horríveis desta semana, deixamos claro na quarta-feira que violações adicionais das regras do Twitter potencialmente resultariam neste mesmo curso de ação. Nossa estrutura de interesse público existe para permitir que o público ouça diretamente as autoridades eleitas e os líderes mundiais. Baseia-se no princípio de que as pessoas têm o direito de manter o poder de prestar contas abertamente”, diz o Twitter.

reddit também toma atitude

Adicionalmente, outra plataforma que resolveu adotar medidas drásticas para frear a violência incitada por fãs do republicano foi o reddit. O serviço baniu, também nesta sexta-feira, a r/donaldtrump, maior comunidade de apoiadores do presidente. Quem tentar visitar o grupo vai se deparar com uma mensagem simples, clara e direta: “Não publique conteúdo violento”, seguido de um link para as políticas de uso da rede social.

Fonte: Twitter, Ars Technica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.