Facebook critica a Apple por não colaborar com recurso que ajuda comerciantes

Facebook critica a Apple por não colaborar com recurso que ajuda comerciantes

Por Ramon de Souza | 14 de Agosto de 2020 às 19h45
Pixabay

O Facebook decidiu criticar abertamente a Apple pela sua falta de colaboração para o bom funcionamento de um novo recurso criado em seu app. A rede social anunciou nesta sexta-feira (14) que permitirá aos pequenos empreendimentos cobrarem acesso dos usuários às transmissões ao vivo — uma forma de monetizar conteúdos online durante a crise econômica causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Para aumentar os rendimentos dos empreendedores, a plataforma de Mark Zuckerberg foi pedir para a Apple que retirasse — ou pelo menos reduzisse — sua tradicional comissão de 30% (aplicada sobre as transações de todos os apps da App Store) sobre tal recurso, mas a proposta foi prontamente negada. O Facebook aproveitou para sugerir a possibilidade de usar o Facebook Pay para tais pagamentos, mas a Maçã também refutou essa ideia.

“Infelizmente, eles dispensaram nossos dois pedidos, e as pequenas e médias empresas só receberão 70% de seus lucros duramente conquistados”, afirma a rede social. De acordo com Fidji Simo, porta-voz da companhia, o Facebook não absorverá qualquer parte das transações desse novo recurso, repassando todo o dinheiro para os estabelecimentos. “Para pequenos negócios batalhando durante a pandemia, cada dólar importa”, continua.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Google, por sua vez, também negou retirar ou reduzir a taxa de 30% sobre microtransações, mas pelo menos permitiu que o Facebook use o seu próprio Facebook Pay para processar os pagamentos. Dessa forma, quem preferir acertar a verba pelas transmissões na plataforma da rede social fornecerá 100% do dinheiro para os empreendedores; quem usar o Google Play repassará 70%.

Novo recurso permite cobrar por eventos online (Imagem: Divulgação/Facebook)

Vale lembrar que, recentemente, tanto a Google Play quanto a App Store se envolveram em uma polêmica enorme com os desenvolvedores do game Fortnite, que encontraram uma forma de evitar essa mesma comissão de 30% sobre todos os itens comprados dentro do título. O “truque” causou a expulsão do jogo em ambas as lojas, e seus criadores resolveram entrar na Justiça para resolver a briga.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.