Ações do Twitter despencam após Google abandonar negociações de compra

Por Redação | 06 de Outubro de 2016 às 09h44
Divulgação
Tudo sobre

Google

Investidores do Twitter viram uma luz no fim do túnel quando rumores sobre uma possível compra pelo Google emergiram em Wall Street. A empolgação, no entanto, durou pouco: o Google desistiu das negociações e as ações do Twitter despencaram na manhã desta quinta-feira (06).

Há duas semanas, noticiamos o burburinho de que a gigante das buscas teria entrado na corrida para adquirir a plataforma de microblogging e fazer frente a concorrentes como Salesforce e Disney. A notícia se espalhou rapidamente e empolgou investidores, cujo bom humor fez com que os papéis da rede social na Bolsa de Valores saltassem 20%.

Tamanha empolgação, entretanto, recebeu um balde de água fria nesta quarta-feira (05), quando fontes anônimas revelaram que o Google não prosseguirá com sua oferta de compra. Pior do que isso, ao portal Re/Code, tais fontes alegaram que o Google não tem qualquer plano de investir em redes sociais no momento - o que liquida qualquer esperança de que isso possa acontecer num futuro próximo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A notícia foi recebida a contragosto pelo mercado financeiro. No fechamento das atividades de ontem, a Bolsa indicava que as ações da rede social haviam se desvalorizado 9%. Na manhã desta quinta-feira (06), a projeção é de que os papéis amarguem uma queda de até 17,05% ao fim do pregão.

Plano continua

Apesar da desistência do Google, o Twitter continua à procura de um novo dono. Segundo a Reuters, a empresa quer confirmar o acordo de venda a alguma empresa até a data de anúncio de seu próximo relatório financeiro, que será divulgado no próximo dia 27 de outubro.

A agência de notícias ressalta que o cronograma é extremamente ambicioso, principalmente se levarmos em consideração que as buscas por um comprador só se iniciaram há um mês. Mesmo assim, o site de microblogs está confiante e isso indica que há ofertas na mesa e negociações estão sendo feitas.

Fonte: Yahoo Finance, Reuters, Re/Code

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.