Instagram anuncia novo sistema de compartilhamento privado: o Instagram Direct

Por Caroline Hecke | 12 de Dezembro de 2013 às 13h58

O Instagram anunciou hoje (12) em evento em São Paulo o seu novo serviço de envio privado de imagens. O assunto é alvo de especulações há alguns meses e, finalmente, teve sua confirmação por meio de Kevin Systrom, CEO da empresa. Na capital paulista, o evento foi feito para acompanhar por streaming as novidades apresentadas em Nova York.

O sistema anunciado tem suporte a mensagens individuais ou em grupo. O serviço chega para suprir uma lacuna ainda existente na rede e que era suprida parcialmente por aplicativos paralelos, como o InstaDM.

“Nosso serviço não é apenas sobre fotografia. Caso fosse, estaríamos em câmeras, mas estamos em telefones. E telefones são feitos para a comunicação. Fotografias sozinhas são apenas arte. Fotos compartilhadas são comunicação”, diz Systrom.

O serviço estará disponível a partir de hoje por meio de atualização na App Store e Google Play. Segundo Camila Fusco, Head of Communications do Instagram no Brasil, ainda não existem previsões sobre a chegada das novidades em aparelhos com Windows Phone.

Como funciona?

Para enviar uma imagem para pessoas específicas, basta selecionar a aba “Direct” posicionada no topo do display no momento da postagem. Então, é só selecionar os usuários que devem receber o conteúdo antes da postagem.

Assim que os destinatários visualizarem a imagem, uma confirmação aparece para todos os usuários dentro daquele “chat”. Além disso, todos os comentários e likes aparecem para todos em tempo real, como um sistema de comunicador instantâneo.

O usuário só passa a receber imagens de pessoas que ele segue. Caso alguém que você não segue envie algum conteúdo, é necessário que ele seja aprovado por você para que o recebimento aconteça.

O Instagram é uma das mais famosas redes de compartilhamento de fotos do mundo. Em apenas três anos, ela apresentou um enorme crescimento: atualmente, o Instagram informa que conta com nada menos do que 150 milhões de usuários ativos espalhados em todo o mundo.

No ano passado, o Instagram foi vendido para o Facebook, que desde então busca formas de monetizar a plataforma. No último mês, a rede social anunciou que passaria a exibir anúncios em sua plataforma com o objetivo de obter lucro.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.