Facebook mudará termos e políticas de uso em janeiro de 2015; veja como fica

Por Redação | 26 de Novembro de 2014 às 14h00
photo_camera Gawker
TUDO SOBRE

Facebook

O Facebook anunciou que irá alterar os termos de uso da rede social a partir de 1º de janeiro de 2015. Desde esta quarta-feira (26), os usuários da maior plataforma social do mundo começaram a receber uma notificação sobre as mudanças, que irão afetar principalmente as políticas de dados e cookies utilizados para aprimorar os anúncios, que levarão em conta os aplicativos e sites que o internauta acessa.

Com base no feedback de seus milhões de seguidores, o Facebook recebeu diversos pedidos sobre uma maior transparência no que diz respeito ao uso das informações de quem utiliza o serviço. Pensando em facilitar a forma com que os usuários administram a privacidade de seus perfis, a rede inseriu a aba "Noções Básicas de Privacidade", que vai exibir dicas e um guia de instruções sobre como manter o controle da experiência de uso no site. Disponível em 36 idiomas, o recurso que o cadastrado tenha acesso a guias interativos para conseguir respostas sobre as perguntas mais frequentes de como controlar as informações na rede social.

O site também atualizará os termos, políticas de dados e políticas de cookies. Estas alterações vão impactar diretamente os anúncios exibidos na timeline do internauta, uma vez que as propagandas serão apresentadas de acordo com as aplicações e sites que o usuário acessa fora do Facebook. Além disso, a novidade valerá em todas as versões do Facebook - antes, a escolha por uma publicidade feita em um desktop não era salva nos dispositivos móveis, ou vice-versa, forçando o usuário a repetir o processo em todos aparelhos.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo a companhia, as atualizações das políticas refletem os novos produtos da rede social. Um deles é o botão "Comprar", que já está em fase de testes em alguns países, e que dará ao usuário a oportunidade de efetuar compras sem sair do Facebook.

Outro ferramenta é a chamada "Preferência de Anúncios". Com ela será possível remover ou acrescentar interesses que o Facebook analisa para exibir uma publicidade. Por enquanto, a função está disponível apenas para usuários da Alemanha, Austrália, Canadá, Estados Unidos, França, Irlanda e Reino Unido, e deve ser liberada para todos nos próximos meses.

O Facebook também estimula que os internautas ajudem com as mudanças através de comentários com sugestões. Você pode postar sua opinião neste link e auxiliar a companhia a melhorar a experiência no serviço.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.