Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Sandman corrige “buraco” de roteiro 35 anos depois em HQ de Constantine

Por| 19 de Janeiro de 2024 às 13h30

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

Sandman é uma das melhores (ou a melhor) histórias seriadas de todos os tempos, com várias minúcias, em um texto intrincado que Neil Gaiman costurou meticulosamente durante 75 edições, entre 1989 e 1986. Mas, na edição número três, lançada já há mais de 30 anos, havia uma “buraco” no roteiro que ficou sem resposta até este mês, com o lançamento de uma nova HQ de John Constantine. 

Atenção para spoilers de John Constantine: Hellblazer: Dead in America #1!

Antes de falar sobre a “solução”, vamos primeiro nos lembrar questão original publicada em Sandman #3, lançado em janeiro de 1989. Na trama, Morpheus tinha acabado de se libertar de mais de 60 anos de prisão, em um cativeiro criado por bruxos que pretendiam capturar sua irmã, Morte, na esperança de alcançarem a vida eterna.

Continua após a publicidade

Fragilizado, o Mestre dos Sonhos precisava de seus principais itens para restabelecer seu domínio, o Sonhar, e seus poderes. E um desses artefatos era sua algibeira, que armazena sua areia mágica. Para encontrar o objeto, Morpheus recorreu à ajuda de John Constantine, que, na época, disse que não teve acesso à substância porque simplesmente não conseguia abrir o item encantado.

Mas, posteriormente, no final da mesma edição, a história revela que Rachel, uma amiga de Constantine, vinha usando a areia como se fosse um entorpecente, o que causou graves consequências na realidade e para o próprio corpo e alma da moça. 

A conclusão teve um fim surpreendente e satisfatório, contudo, uma pergunta ficou no ar desde então: se o poderoso bruxo de rua Constantine não conseguiu abrir a bolsa de areia de Sandman, como é que sua amiga, que não tinha tanto conhecimento sobre magia, conseguiu fazer isso?

Mais recentemente, Constantine chegou a afirmar que Rachel havia usado suas anotações para abrir a algibeira, contudo, isso não havia sido mencionado em Sandman #3. E, agora, uma nova HQ de Constantine explica melhor o que ocorreu.

A “correção” na trama de Sandman

Em John Constantine: Hellblazer: Dead in America #1, lançado recentemente, Constantine volta a encontrar Sandman, que dá ao bruxo de rua a tarefa de salvar os Estados Unidos das forças do mal que foram liberadas por sua bolsa de areia — incluindo um novo deus maligno de grande poder.

Continua após a publicidade

Sonho constata a mentira de Constantine, que, na verdade, havia sim aberto sua bolsa de areia — e isso já corrige o “buraco” na trama de Sandman #3. E Morpheus revela algo ainda maior, que também serve como “solução” para essa incongruência: o bruxo de rua não havia sido o primeiro a abrir a algibeira, e foi justamente o fato de outras pessoas “brincarem” com a substância mágica é que causa atualmente esse surto demoníaco nos Estados Unidos agora.

Embora tenha demorado 35 anos para que essa explicação finalmente viesse à tona, pelo menos ela se encaixa perfeitamente na trama original, e mais: ainda nos presenteia como mais uma aventura sombria envolvendo a reunião de Constantine e o Mestre dos Sonhos.