Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Pior herói? A própria DC desce a lenha no Lanterna Verde em HQ do Flash

Por| 21 de Junho de 2023 às 14h13

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

Na DC Comics, alguns dos heróis mais icônicos são famosos por terem um grande laço afetivo com suas cidades. Batman com Gotham City, Superman com Metrópolis (e Smallville), Flash com Central City, Arqueiro Verde com Star City e Lanterna Verde com Coast City. Mas, no caso deste último exemplo, a própria editora “desce a lenha” em Hal Jordan ao criticá-lo como um mau protetor.

Antes de chegarmos à “crítica pública” da DC sobre os Lanternas Verdes, em especial Hal Jordan, é preciso relembrar um pouco a relação entre o herói e sua cidade natal. Jordan chamou Coast City (que referencia Los Angeles na vida real) de “lar” pela primeira vez em Showcase #22, de 1959. Desde então, ela nunca teve tanta influência em suas histórias, até o começo dos anos 1990.

Após a Morte do Superman, em 1992, várias versões do Superman tentaram se tornar o “oficial”, enquanto o verdadeiro estava sumido, na saga Reino dos Supermen. E, em 1993, um conflito envolvendo o Ciborgue Superman e Mongul destruíram Coast City, o que deixou Hal Jordan arrasado — e, aos poucos, paranóico.

Continua após a publicidade

Devastado pela perda de sua cidade e de entes queridos, Jordan passou a recriá-los a partir de construtos gerados por seu anel de Lanterna Verde. Aos poucos, isso levou-o à insanidade, até destruir a Tropa dos Lanternas Verde e se tornar o vilão Parallax — deixamos essa história toda para outro dia.

Voltando à Coast City: desde que ela foi centro da trama que mudou os Lanternas Verdes, a cidade, depois de reconstruída, só teve outro momento de relevância na vida de Hal Jordan durante a Guerra dos Anéis, em 2008. Quando Sinestro e sua tropa tentou invadir e destruir Coast City, Jordan e outros Lanternas pediram aos cidadãos para evacuarem a cidade.

Continua após a publicidade

Em um momento tocante, nenhum cidadão deixou Coast City, acendendo uma luz verde em seus lares, como forma de apoio à Jordan e a à Tropa dos Lanternas Verdes. Mas… após esse momento, raramente temos visto o próprio Jordan ou qualquer outro Gladiador Esmeralda se dedicando muito a essa cidade que sofreu tanto — e que nunca os deixou de apoiar, mesmo depois de ser destruída e de correr o risco de ser devastada novamente.

Como a própria DC criticou o Lanterna Verde como “pior herói”?

Agora sim, voltando à história de uma nova edição de The Flash, que chegou recentemente à bancas gringas, um momento da trama mostra a “eficiência” de Hal Jordan ou outros Lanternas Verdes como protetores de Coast City.

Atenção para spoilers de The Flash #800!

Continua após a publicidade

A trama de The Flash #800 mostra vários vilões baixa-renda de quinta categoria jogando pôquer, enquanto discutem os heróis que protegem as diversas cidades do Universo DC, como Gotham City, Metrópolis, Central City, entre outras. Entre os comentários, eles discutiram qual era “o melhor lugar de atuação”, ou seja, onde eles se sentem mais à vontade para cometer crimes, já que o policiamento e o trabalho dos heróis deixam a desejar.

Eles rapidamente descartaram Gotham City e Metrópolis, mas citaram Coast City como o alvo mais fácil por um motivo simples: o herói da cidade nunca está realmente lá.

Se vale de algum alívio para Jordan, suas obrigações primárias como Lanterna Verde o obrigam a deixar Coast City e se apresentar imediatamente à Tropa quando ele é convocado. Nos últimos anos, alguns escritores até tentaram manter o herói em sua cidade por algum tempo, pois Jordan vive sendo expulso da corporação. Mas a própria natureza impulsiva do personagem o tira de onde ele nasceu.

Continua após a publicidade

Jordan deve estar mais presente na Terra, e em Coast City, na nova fase em que ele precisa estar no Setor 2814, por conta de uma quarentena cósmica. E, depois dessa “dura”, quem sabe o herói não encontre uma forma de proteger melhor o local onde nasceu e cresceu, não?