Ícone dos quadrinhos, roteirista Denny O’Neil morre aos 81 anos de idade

Por Claudio Yuge | 12 de Junho de 2020 às 21h00
CBR

Este é um ano marcado por muitas mortes, especialmente por conta da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2). E, e meio à tantas despedidas, temos mais uma: o aclamado escritor e editor de quadrinhos Dennis "Denny" O'Neil faleceu em sua casa, nesta quinta-feira (11). Segundo os familiares, ele nos deixou por causas naturais — e não por COVID-19.

O'Neil nasceu em 1939 em San Luis, no Missouri, Estados Unidos, e, depois de se formar em literatura inglesa, ingressou na Marinha, antes conseguir um emprego escrevendo colunas para um jornal. Logo ele foi recrutado por outra lenda da Nona Arte, Roy Thomas, que o convidou para assumir o roteiro dos títulos Strange Tales, Rawhide Kid, Millie the Model, Demolidor, X-Men e muito mais.

Em seguida, ele atuou ao lado do desenhista Dick Giordano, um dos mais importantes ilustradores do Batman, na Charlton Comics sob o pseudônimo Sergius O'Shaugnessy. Em 1968, Giordano o levou para a DC, onde O’Neil introduziu várias mudanças em Mulher-Maravilha e na Liga da Justiça. Ao lado de Neal Adams, ele estabeleceu dois arcos que amadureceram os quadrinhos: a sensacional trama “On the Road” do Lanterna Verde e do Arqueiro Verde percorrendo as estradas dos Estados Unidos em meio a problemas mundanos; e à revelação de Roy Harper, o sideckick do Arqueiro, como um viciado em heroína.

Dennis O'Neil (Reprodução/WikiCommons)

O'Neil também é muito lembrado por trazer o Batman de volta às suas raízes sombrias na década de 1970, depois do personagem ficar meio infantil com a série de TV estrelada por Adam West e Burt Ward na década de 1960. Durante esse tempo, ele cocriou o vilão Ra's al Ghul e ajudou a revitalizar o Duas-Caras e o Coringa.

Entre outras obras, ele também assinou Superman, Superman vs. Muhammad Ali, The Shadow, Capitão Marvel, Questão, Homem-Aranha e novelizações dos filmes Batman Begins e Batman: O Cavaleiro das Trevas. Além disso, foi ele quem cocriou alguns bandidos menores da Marvel, como Madame Teia, Homem-Hídrico, Monge de Ferro, entre outros.

Fora da redação, O'Neil atuou na equipe editorial da Marvel e na DC, bem como no conselho de diretores da The Hero Initiative, organização sem fins lucrativos que ajuda criadores de histórias em quadrinhos que passam por dificuldades.

Fonte: CBR  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.